PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Mulher que pulou de edifício teria investido R$ 50 mil na Telexfree



 Na última sexta-feira (22), uma mulher se atirou do
quinto andar do edifício garagem de um shopping localizado na cidade de Manaíra, na Paraíba. Informações dão conta de que ela pode ter cometido o ato porque teria uma dívida de R$ 50 mil com um banco, revertidos em investimentos na Telexfree.
O Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, na Capital, divulgou através da sua assessoria, que a mulher está internada em situação gravíssima na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde se recupera de um politraumatismo.
Familiares informaram que a mulher teria conseguido cerca de R$ 50 mil para investir na Telexfree, mas, como não teve retornos e a empresa foi impedida pela Justiça de continuar as operações, ela se desesperou e pulou do prédio por não ter condições de recuperar o dinheiro que havia adquirido emprestado.(Fonte PA.Agora)


RESPOSTA: Ainda tens uns crentes bundão que fazem até culto de ação de graça .... e que Deus tá no meio ..........Quer MOLEZA planta um pé de Maria Mole .......






sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Pastor e bispo evangélicos são presos com adolescente em motel no Paraná

Suspeitos disseram que entraram no local porque estavam sendo seguidos.
Denúncia partiu de familiar de outra menor que estaria saindo com os dois.


Um pastor e um bispo de uma igreja evangélica foram presos na noite de quinta-feira (14) em um motel de Toledo, no oeste do Paraná, acompanhados de uma adolescente de 17 anos. Aos policiais militares que fizeram o flagrante, os dois suspeitos disseram que haviam entrado no local porque estavam sendo seguidos. Na delegacia, os religiosos negaram ter mantido relações sexuais com a adolescente, mas ela confirmou o abuso sexual.
Segundo a Polícia Militar, familiares de uma outra menor estavam desconfiados de que o bispo e o pastor também estavam cometendo abusos contra ela e decidiram contratar um detetive particular para investigar as suspeitas. Assim que os três entraram no motel, o profissional chamou a polícia, que confirmou a denúncia.
Conselheiros tutelares de Toledo informaram que esta não era a primeira vez que a menor, que tem problemas mentais, saía com os dois. Na noite da prisão, o pastor havia ido até a casa da adolescente, em um distrito de Assis Chateaubriand, e a levou até o local onde o bispo estava e de lá seguiram de carro para o motel. Os suspeitos devem permanecer presos e responder por estupro de vulnerável. Os familiares da adolescente serão ouvidos.Fonte G1
Resposta: Depois da invenção da impressora e do computador  tem CARTEIRA E DIPLOMA DE APOSTOLO A SEMI-DEUS sim e do AZEITE GALO (MADE-PARAGUAY)para ungir o cidadão ...... 

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Bem vindo a Igreja Sem Porta





A igreja com portas tem medo da igreja sem portas. Claro! Os maus ensinam que a salvação acontece somente da porta para dentro. Querem impor suas próprias vontades.

Mas quem realmente encontra a salvação a encontra no aprisco do Bom Pastor.

 A Nova Aliança foi escrita na carne dos corações desta gente cansada e sobrecarregada que aprendeu a entregar seus fardos para quem é Manso e Suave.

Vida Eterna. Os céticos duvidam, os pessimistas tentam desconstruí-lo, os medrosos tentam parar de ouvir Sua voz, mas o testemunho do Espírito sopra poderosa e calmamente. Um dia todo olho o verá, todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Ele é Senhor absoluto de toda a existência.


                                                                     Ricardo Solano


                                                    

domingo, 3 de novembro de 2013

PARE DE FUMAR ...APROVEITA VOCÊ AINDA ESTÁ VIVO






Assista ao Vídeo



video








Dez mitos relacionados ao abandono do tabagismo

1. Quando o fumante decide abandonar o cigarro é porque não tem mais prazer em fumar? 

Mito – A maioria dos fumantes quando decide interromper o tabagismo gosta de fumar, mas decide que esta é a melhor decisão para a sua saúde e sua vida.

2. Se o meu check-up anual não mostrou nenhuma doença é sinal de que posso continuar fumando?

Mito - O fato do check-up não detectar nada não significa que não haja doença em desenvolvimento, e sim que os exames ainda não foram capazes de detectá-la. Muitas doenças não dão sinais de evolução e se manifestam de forma abrupta, como um infarto.

3. Parar de fumar é uma questão somente de força de vontade?

Mito - Motivação e mudança de hábitos relacionados ao cigarro são fundamentais para atingir o sucesso na luta contra o tabagismo, no entanto, algumas pessoas com maior dependência física ou mesmo psicológica ao cigarro necessitam de auxilio medicamentoso.

4. Após parar de fumar todos os meus problemas de saúde e disposição física serão como eram aos meus 18 anos de idade?

Mito - A interrupção do tabagismo sem dúvida ajuda a diminuir o risco de aparecimento de várias doenças e melhora de sintomas habituais, mas certamente não exclui o cuidado com a própria saúde e uma rotina diária com atividades físicas.

5. Fumar de 2 a 4 cigarros ao dia não faz mal a ninguém?

Mito - Alguns estudos científicos já mostraram que há diferença na manifestação de doenças entre não fumantes e pessoas que consomem cigarros em pequena quantidade (até 3 a 4 cigarros/dia). Fumar pouco ou conviver em ambiente com fumantes é prejudicial à saúde.

6. Algumas pessoas não têm dificuldades em deixar de fumar, mas depois de alguns meses voltam a consumir cigarros

Mito - A dificuldade em deixar de fumar existe sim. A interrupção do tabagismo é um processo a longo prazo, envolve uma fase inicial mais difícil com duração de 2 a 3 meses, e a seguir a fase manutenção da condição de não-fumante, que dura a vida toda. Se o fumante não tem grande dificuldade na fase inicial e sim na manutenção, significa que o ponto de atenção deve ser na manutenção sem fumar.

7. Parar de fumar em idade avançada não traz benefícios?

Mito: Parar de fumar sempre traz benefícios, em qualquer idade e mesmo que haja a manifestação de uma doença grave. A interrupção do tabagismo melhora os sintomas em geral, melhora a disposição física, melhora o paladar e a cicatrização.

8. Parar de fumar é igual para todo mundo?

Mito - Pessoas com maior dependência física ou psicológica da nicotina apresentarão maior dificuldade em parar de fumar, embora o principal fator de sucesso seja, sem dúvida, a motivação pessoal.

9. O mais importante ao parar de fumar é a utilização de medicamentos de auxílio?

Mito - A maioria dos fumantes não precisa de medicação para deixar de fumar, a medicação pode auxiliar, mas não resolve o mais importante – que é a motivação pessoal e a mudança de hábitos.

10. Pessoas que já utilizaram medicação e não conseguiram parar de fumar têm maior dificuldade?

Mito - Embora existam ótimas medicações isentas de prescrição para auxiliar o fumante a interromper o tabagismo, a eficácia dessas medicações é muito menor sem algumas informações básicas sobre o processo de parar de fumar, sem a orientação de um profissional de saúde ou uso errado dos medicamentos. 
Fonte: Camille Rodrigues da Silva - pneumologista

RESPOSTA: Nada a comentar só está foto diz tudo.



sábado, 2 de novembro de 2013

PARE DE FUMAR ..JÁ 10 mitos relacionados ao abandono do tabagismo

Dez mitos relacionados ao abandono do tabagismo






1. Quando o fumante decide abandonar o cigarro é porque não tem mais prazer em fumar? 

Mito – A maioria dos fumantes quando decide interromper o tabagismo gosta de fumar, mas decide que esta é a melhor decisão para a sua saúde e sua vida.

2. Se o meu check-up anual não mostrou nenhuma doença é sinal de que posso continuar fumando?

Mito - O fato do check-up não detectar nada não significa que não haja doença em desenvolvimento, e sim que os exames ainda não foram capazes de detectá-la. Muitas doenças não dão sinais de evolução e se manifestam de forma abrupta, como um infarto.

3. Parar de fumar é uma questão somente de força de vontade?

Mito - Motivação e mudança de hábitos relacionados ao cigarro são fundamentais para atingir o sucesso na luta contra o tabagismo, no entanto, algumas pessoas com maior dependência física ou mesmo psicológica ao cigarro necessitam de auxilio medicamentoso.

4. Após parar de fumar todos os meus problemas de saúde e disposição física serão como eram aos meus 18 anos de idade?

Mito - A interrupção do tabagismo sem dúvida ajuda a diminuir o risco de aparecimento de várias doenças e melhora de sintomas habituais, mas certamente não exclui o cuidado com a própria saúde e uma rotina diária com atividades físicas.

5. Fumar de 2 a 4 cigarros ao dia não faz mal a ninguém?

Mito - Alguns estudos científicos já mostraram que há diferença na manifestação de doenças entre não fumantes e pessoas que consomem cigarros em pequena quantidade (até 3 a 4 cigarros/dia). Fumar pouco ou conviver em ambiente com fumantes é prejudicial à saúde.

6. Algumas pessoas não têm dificuldades em deixar de fumar, mas depois de alguns meses voltam a consumir cigarros

Mito - A dificuldade em deixar de fumar existe sim. A interrupção do tabagismo é um processo a longo prazo, envolve uma fase inicial mais difícil com duração de 2 a 3 meses, e a seguir a fase manutenção da condição de não-fumante, que dura a vida toda. Se o fumante não tem grande dificuldade na fase inicial e sim na manutenção, significa que o ponto de atenção deve ser na manutenção sem fumar.

7. Parar de fumar em idade avançada não traz benefícios?

Mito: Parar de fumar sempre traz benefícios, em qualquer idade e mesmo que haja a manifestação de uma doença grave. A interrupção do tabagismo melhora os sintomas em geral, melhora a disposição física, melhora o paladar e a cicatrização.

8. Parar de fumar é igual para todo mundo?

Mito - Pessoas com maior dependência física ou psicológica da nicotina apresentarão maior dificuldade em parar de fumar, embora o principal fator de sucesso seja, sem dúvida, a motivação pessoal.

9. O mais importante ao parar de fumar é a utilização de medicamentos de auxílio?

Mito - A maioria dos fumantes não precisa de medicação para deixar de fumar, a medicação pode auxiliar, mas não resolve o mais importante – que é a motivação pessoal e a mudança de hábitos.

10. Pessoas que já utilizaram medicação e não conseguiram parar de fumar têm maior dificuldade?

Mito - Embora existam ótimas medicações isentas de prescrição para auxiliar o fumante a interromper o tabagismo, a eficácia dessas medicações é muito menor sem algumas informações básicas sobre o processo de parar de fumar, sem a orientação de um profissional de saúde ou uso errado dos medicamentos. 
Fonte: Camille Rodrigues da Silva - pneumologista


Resposta: Não para porque



sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Uso de maconha pode desenvolver câncer nos testículos



Droga ativa células que produzem esperma, o que leva à doença. Cocaína diminui as chances, mas prejudica a fertilidade masculina

Um estudo da Universidade do Sul da Califórnia encontrou uma ligação entre o uso de maconha e desenvolvimento de câncer testicular. Os resultados sugerem que a droga dobra a probabilidade do surgimento da doença e confirma conclusões de pesquisas realizadas nos últimos anos.
Para o estudo, Victoria Cortessis, líder do trabalho, examinou o histórico de 163 usuários diagnosticados com o tipo de câncer e outros 292 homens saudáveis com a mesma idade e etnia.
O câncer nos testículos costuma ser diagnosticado em homens na faixa entre 15 e 45 anos. A malignidade é cada vez mais comum no mundo. Pesquisadores suspeitam que isso se deva ao aumento da exposição a causas ambientais ainda não conhecidas.
— Não sabemos o que na maconha pode levar ao problema, embora se especule que ela possa atuar através do sistema endocanabinóide, que responde à droga e é o responsável pela formação de esperma. De alguma maneira, isso leva à doença — diz Victoria.
Os pesquisadores também descobriram que os homens com histórico de uso de cocaína tiveram uma redução nos riscos dedesenvolvimento do câncer testicular. A droga pode matar as células produtoras de espermatozoide, uma vez que tem este efeito sobre outros animais.
— Se isso for correto, o preço é alto. Embora as células germinativas sejam destruídas, a fertilidade também é prejudicada — alega Victoria. (|FONTE O GLOBO)
Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/saude/uso-de-maconha-pode-desenvolver-cancer-nos-testiculos-6026722#ixzz2jOl23rVu 

Resposta:Papo no Face com meu primo Luiz Carlos Azêdo   

BOA VOU DIVULGAR NO BLOG DO COMAD
10:53
Eu nunca fumei, ia experimentar nos 60 anos, mas com essa notícia adiei para os 80!!rsrsrs

KKKKKKKKKKK E EU PARA 100





Aproveite e assista ao Vídeo do PINTO E A MACONHA

video