PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

domingo, 31 de janeiro de 2010

Acusada de desviar fortuna de igreja põe culpa no diabo



Uma senhora de 62 anos, em Washington, EUA, está sendo acusada de ter desviado mais de 72 mil dólares dos cofres de uma igreja onde trabalhava como auxiliar administrativa. Mais do que o sumiço do dinheiro, o que surpreendeu aos policiais foi a confissão da mulher. Ela, que assumiu uma parte da culpa, disse que o que pesou mais no roubo foi o diabo. A mulher justificou que ela estava abarrotada com dívidas. Com medo de perder sua casa, acabou sucumbindo às tentações do demônio. Assim, falsificou a assinatura de pastor responsável pela igreja em mais de 80 cheques. Até que foi pega.

Resposta: O CAPETA e culpado de tudo será mesmo !

sábado, 16 de janeiro de 2010

Cônsul atribuiu o terremoto no Haiti a Macumba ?



O cônsul do Haiti no Brasil, George Samuel Antoine, atribuiu o terremoto de terça-feira “à macumba” e disse que a tragédia “está sendo uma boa” para os haitianos. As declarações foram exibidas na noite de quinta-feira em uma reportagem do telejornal SBT Brasil O diplomata não sabia que estava sendo filmado. “A desgraça de lá está sendo uma boa pra gente aqui, fica conhecido”, disse Antoine para um funcionário da representação diplomática que estava a seu lado. “Acho que, de tanto mexer com macumba, não sei o que é aquilo… O africano em si tem maldição. Todo lugar que tem africano lá ta , F_ _ A”, completou. Segundo a reportagem, o cônsul possui mais de 100 parentes no Haiti e ainda não tem notícias deles. Após as frases infelizes, já durante a entrevista, Antoine segura um terço nas mãos. “Esse terço nós usamos porque dá energia positiva, acalma as pessoas. Como eu estou muito tenso, deprimido com o negócio do Haiti, a gente fica mexendo com vários para se aclamar”.
Resposta: Não tem comentário só tem lagrimas e oração vamos ajudar a esse povo tão sofrido ( sim o cônsul e daquela turminha que se expolde e explode inocentes em nomede Ala)

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Famosa evangélica pentecostal se envolve em escândalo sexual



O chefe do governo regional da Irlanda do Norte, Peter Robinson, passará seis semanas afastado do cargo, enquanto a polícia investiga o escândalo provocado por uma relação extraconjugal de sua mulher.
Pouco antes do inesperado anúncio, membros do partido de Robinson, oprotestante DUP, haviam dado um voto de confiança ao primeiro-ministro norte-irlandês, pressionado a renunciar na semana passada depois que sua mulher, que é deputada, foi acusada de malversação de fundos públicos em benefício de seu amante adolescente.
Esta é uma dessas raras vezes em que a realidade supera a ficção. A verdadeira Mrs. Robinson, protagonista do célebre filme “A Primeira Noite de um Homem”, vive em Belfast, Irlanda do Norte. Na ficção, Anne Bancroft representa uma entediada e madura dona-de-casa americana que acaba caindo na tentação da carne fresca. A personagem real é muito mais que isso: Iris Robinson é uma cristã protestante pentecostal muito devota e membro do Tabernáculo Metropolitano de Belfast; é também a esposa do principal ministro da Irlanda do Norte, Peter Robinson; ela mesma é deputada no Parlamento britânico e na Assembleia do Ulster, e famosa por sua personalidade forte e sua tendência a apelar para a Bíblia para justificar seu extremismo religioso e seu puritanismo nos costumes.
Ele é um pouco mais parecido com o tímido estudante representado por Dustin Hoffman: Kirk McCambley tinha 19 anos na época de seu tórrido romance com uma mulher quase 40 anos mais velha. É filho de um açougueiro de um bairro protestante do leste de Belfast que acabou travando uma forte amizade com Iris, uma de suas clientes, a ponto de que, estando o açougueiro no leito de morte, ela se comprometeu a cuidar do rapaz. Seu desvelo maternal acabou por transformá-lo em amante.
O ambiente burguês de subúrbio americano do filme que Mike Nichols dirigiu em 1967 é, nesta versão da vida real, muito mais criativo. Há muito mais que sexo entre aqueles que poderiam ser avó e neto. Há política, dinheiro, religião, tráfico de influências e um pano de fundo digno de que alguém volte a levar essa história às telas: o ambiente endogâmico, pacato, beato e sectário das muitas vezes tenebrosa mas, ao que parece, também luxuriante Irlanda do Norte, uma terra famosa sobretudo pelo sectarismo, o ódio, o fanatismo e a morte.
Foto de arquivo de junho de 2008 mostra Iris Robinson com seu marido, o ministro da Irlanda do Norte, Peter Robinson; ele se afastou do cargo porque sua mulher teria cometido adultério Kirk McCambley talvez não seja um bom ator – ou talvez sim, quem sabe? -, mas não lhe falta presença para dar o salto para a tela. Uma publicação gay britânica, “Attitude”, tentou sem sucesso contatar o garboso amante da senhora Robinson para colocá-lo na capa da revista. Há algo mais que oportunismo ou provocação por trás dessa tentativa: é uma maneira de se vingar de uma mulher que desde junho de 2008 está na lista de contas pendentes da comunidade gay anglo-irlandesa.
Porque a ardente Iris Robinson é a mesma que naquele verão, um dia depois de seu marido ser nomeado ministro principal da Irlanda do Norte e na mesma semana em que um homossexual foi brutalmente espancado em Belfast em um ataque homofóbico, decidiu ignorar as leis britânicas que protegem a não-discriminação por motivos sexuais e preferiu refugiar-se na Bíblia para condenar o homossexual. “A homossexualidade é abominação”, vociferou a evangélica, apelando aos versículos do Levítico que proclamam: “O homem que se deita com outro homem, como se fosse com uma mulher, comete uma abominação. Os dois serão réus de morte, e o sangue deles cairá sobre eles mesmos”. “Não é Iris Robinson quem determina que a homossexualidade é uma abominação, foi o Todo-Poderoso”, afirmou Peter Robinson.
Mas naqueles dias Iris já estava metida em seu tórrido romance com o jovem Kirk. E a esposa madura esqueceu então que o Deuteronômio adverte: “Se um homem for apanhado em flagrante a ter relações sexuais com uma mulher casada, ambos serão mortos, tanto o homem como a mulher”. Todo político, como qualquer cidadão, tem direito a uma vida privada, a fazer o que bem entenda. Mas um político que apela para a religião para tentar impor um modelo de comportamento ao conjunto dos cidadãos tem de ser consequente com esse credo. E pregar com o exemplo.
E essa Iris Robinson é a mesma que, durante as primárias para as últimas eleições dos EUA, criticou Hillary Clinton por ter perdoado as infidelidades de seu marido. “Nenhuma mulher pode aceitar o que ela tolerou de seu marido quando era presidente. Só pensava no futuro de sua própria carreira política”, declarou. “Iris Robinson é uma hipócrita”, proclamou recentemente Peter Tatchell, um dos mais comprometidos ativistas homossexuais do Reino Unido.
Mas há muito mais que hipocrisia, adultério ou homofobia nas atribulações da senhora Robinson. Para compreender o impacto que o caso está tendo no Ulster, é preciso levar em conta a importância que a religião tem nessa sociedade. Peter Robinson não bebe álcool por motivos religiosos. Iris tomava uma tacinha de vinho de vez em quando, mas acabou deixando porque lhe parecia que dava um mal exemplo. Em dez anos só jantaram uma vez em um restaurante em Belfast. Mas sobretudo, mais ainda que no sexo e outros prazeres hedonistas, o puritanismo atinge o auge ao tratar das questões de dinheiro ou a quebra da confiança depositada em uma pessoa.
Para o blogueiro Norn Iron, “embora a moralidade sexual seja importante, o sexo não é nem de longe tão importante politicamente quanto o dinheiro” para os protestantes evangélicos. Afinal, todo pecado pode ser perdoado se houver arrependimento, e a atribulada Iris não só fez ato de contrição público como tentou suicidar-se quando, em março do ano passado, seu marido descobriu tudo.
Mas os eleitores do DUP, o partido dirigido por Peter Robinson, podem passar por cima dos desvios econômicos e do tráfico de influência que se depreendem de todo o assunto? Isso ainda está por ver.
Iris e Kirk se conhecem desde que ele, adolescente, ajudava no açougue familiar. Quando seu pai morreu, no início de 2008, ela se comprometeu a cuidar dele. Encontravam-se muito e faziam longos passeios juntos. Seja como for, essa tutela maternal derivou em um romance. E a madura Iris quis transformar em lucrativo empresário aquele órfão inexperiente.
Um dia, passeando pela margem do rio Lagan, no sul de Belfast, viram um antigo casarão de pedra que a prefeitura queria transformar em café. Como que por acaso, Iris Robinson tinha todas as chaves para que o negócio acabasse nas mãos de Kirk. Ela conseguiu o dinheiro, dois cheques equivalentes a 27 mil euros cada, procedentes de construtoras amigas. E, sendo ela vereadora local, não foi difícil que a prefeitura concedesse a licença a seu namorado.
O problema é que Iris, deputada em Westminster e na Assembleia da Irlanda do Norte, além de vereadora, nunca deu conta de seus interesses pessoais nessas operações. Não só sentimentais, mas também econômicos. Ficou com 10% do dinheiro que conseguiu para Kirk para saldar suas próprias dívidas. E quando eles romperam, depois de vários meses como amantes, ela exigiu a devolução do dinheiro e quis que a metade fosse diretamente para os cofres de sua igreja. Os pecados da carne se redimem rezando; os da bolsa, não.

Respostas : Eu aconselho a você ver o DVD do Pastor Silas Malafaia LEGALISMO E LIBERDADE CRISTÃ , Veja o que a matéria fala dessa famosa LEGALISTA “ela e famosa por sua personalidade forte e sua tendência a apelar para a Bíblia para justificar seu extremismo religioso e seu puritanismo nos costumes”.




quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Zilda Arns morre em terremoto no Haiti



Zilda Arns Neumann, coordenadora internacional da Pastoral da Criança, morreu no terremoto no Haiti, ocorrido nesta terça-feira (12). A informação foi divulgada na manhã desta quarta-feira (13) pelo gabinete do senador Flávio José Arns (PSDB-PR), sobrinho de Zilda, em Curitiba. Ele irá acompanhar a missão brasileira que seguirá nesta manhã para o Haiti. "Ela faleceu mesmo. Ela estava junto com um tenente, e os dois foram atingidos e morreram", disse Flávio Arns .


Resposta: O Brasil perdeu uma grande Mulher que Deus conforte aos milhares de coraçãozinhos e de corações .

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Jovem é suspeita de tramar assalto contra a própria mãe



Ela e o namorado estão foragidos.Rapaz é suspeito de integrar quadrilha de sequestro a gerentes de bancos. A polícia procura um casal que é suspeito de praticar um crime que chocou até os próprios investigadores: com a ajuda do namorado, a filha teria tramado o assalto à própria mãe. O crime ocorreu em Nova Iguaçu,A dupla queria que tudo parecesse um roubo de carros comum. Mas eles estavam sendo monitorados pela polícia. Jovem, bonita e bem educada, Lauren Mayá Portella, de 19 anos, estudante de direito, é suspeita de formação de quadrilha. O namorado, Marcos Vinícius, segundo a polícia, é suspeito de integrar uma quadrilha que sequestra gerentes de bancos. Em escutas telefônicas autorizadas pela Justiça, ele aparece conversando com Lauren para tramar o assalto à mãe da namorada. Cinco suspeitos dos dez integrantes da quadrilha de Marcos Vinícius foram presos na semana passada. Mas o casal ainda está foragido. Lauren dá todas as dicas ao namorado. Com detalhes precisos, a quadrilha não teve problemas para executar o assalto a cerca de 300 metros da casa da vítima, em Nova Iguaçu, na noite de quarta-feira (6). Além do carro, a vítima teve carteira e celular roubados. Filha de uma professora universitária e de um procurador federal, ela nunca levantou suspeitas entre os vizinhos. Há cerca de 2 anos, ela conheceu e começou a namorar o office boy de uma distribuidora de bebidas. Marcos Vinícius, que logo conquistou a confiança da família. A mãe de Lauren, que ainda não prestou depoimento, contou à polícia informalmente que o Marcos parecia um rapaz de boa índole e que costumava frenquentar a casa da família. Segundo o diretor do Departamento de Polícia Especializada, Ronaldo Oliveira, a jovem teria sido extremamente calculista, visando unicamente conseguir vantagem financeira, sem se importar com os riscos que a mãe estava correndo. Inclusive, o de ser morta, caso reagisse ao assalto.


Resposta: Eu pergunto a esta mãe ,quando a Lauren tinha entre 13 e 15 anos a senhora arrumava ela toda bonitinha e levava ela para uma Igreja ou uma balada ?

domingo, 10 de janeiro de 2010

Pastor é preso acusado de abusar sexualmente de menina de 6 anos diz que foi tentado pelo diabo



FORTALEZA – Um pastor evangélico foi preso acusado de abusar sexualmente de uma menina de 6 anos em Massapê, a 244 km de Fortaleza. Na delegacia, Djalma Domingos Dias, de 46 anos, que também é pedreiro e trabalhava na casa da vítima, confessou o crime, e afirmou que foi ‘tentado pelo diabo’.O caso aconteceu na tarde de quinta-feira, quando a mãe da menina precisou ir ao centro da cidade e, sem ter com quem deixar a filha, confiou no acusado, que realizava um serviço em sua residência.Quando retornou, a menina disse à mãe que havia sido molestada sexualmente pelo pastor. O pastor foi preso logo após a chegada da polícia.


Resposta: Sem comentário corta o pilau dele e joga para o gatinho e deixe ele na cela com bastante presidiários ,que Deus tenha misericórdia desta familia.

Pastor é esfaqueado dentro de igreja no ES



Ele foi agredido após reunião com casal, em Vitória.
Marido estava com ciúmes, segundo mulher do agressor
Um pastor foi ferido a facadas dentro de uma igreja em Vitória, na sexta-feira (8). O agressor foi detido.Segundo a polícia, o pastor teria se reunido com um casal, que também é membro da igreja. O homem teria discutido e acertado duas facadas na vítima.A mulher do agressor prestou depoimento no Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Vitória e disse que o marido estava com ciúmes. O pastor agredido foi operado e passa bem. Ele permanece internado no hospital.


Resposta: Sl 35.11 Falsas testemunhas se levantaram; depuseram contra mim coisas que eu não sabia.12 Tornaram-me o mal pelo bem, roubando a minha alma. 16 Com hipócritas zombadores nas festas, rangiam os dentes contra mim.

sábado, 9 de janeiro de 2010

Cardeal do Vaticano diz que homossexuais ativos não poderão ir para o céu


ROMA, Itália — Um importante cardeal do Vaticano causou alvoroço na imprensa secular ontem ao declarar que os homossexuais que agem de acordo com seus impulsos não poderão ir para o céu.“Os transexuais e os homossexuais jamais entrarão no Reino do Céu e não sou eu quem diz isso, mas São Paulo”, disse o Cardeal Javier Lozano Barragan, mexicano e ex-presidente do Concílio do Vaticano para a Assistência Pastoral dos Trabalhadores da Saúde. O cardeal estava reiterando o ensino católico que declara que qualquer atividade sexual fora do casamento sem arrependimento antes da morte é um pecado mortal, impedindo pois a entrada no céu.Em seus comentários publicados no site de notícias italiano Pontifex, o cardeal também apontou que a Igreja Católica não condena a condição de ser homossexual como tal. Em vez disso, são os próprios atos homossexuais que são mortalmente pecaminosos.“Ninguém nasce homossexual”, disse o Cardeal Barragan. “As pessoas se tornam homossexuais, por motivos diferentes: questões de educação ou porque não desenvolveram sua própria identidade durante a adolescência. Pode não ser a culpa delas, mas agir contra a natureza e a dignidade do corpo humano é um insulto a Deus”.Embora a declaração do cardeal acerca da ética sexual cristã tenha sido expressa com precisão teológica, os meios de comunicação seculares e os grupos homossexuais reagiram com choque e ira. A organização italiana de ativismo homossexual Arcigay divulgou uma declaração dizendo: “Sim, é verdade. Nunca entraremos em seu céu, que é um lugar sombrio e injusto”.A referência do Cardeal Barragan a São Paulo foi em grande parte da carta do santo aos romanos, em que ele repreendeu aqueles que se entregam a uma variedade de pecados, um dos quais é a homossexualidade. São Paulo escreveu: “A ira de Deus se revela desde o céu contra toda a impiedade e injustiça dos homens que suprimem a verdade”. O resultado dessa negação é que essas pessoas são entregues a “paixões degradantes”.A carta continua: “As mulheres trocaram a função natural por aquilo que não é natural. E da mesma forma também os homens abandonaram a função natural da mulher e se queimaram em seus desejos uns para com os outros, homens com homens cometendo atos indecentes e recebendo em suas próprias pessoas a devida pena de seu erro”. A passagem também condena a ganância, inveja, assassinato, discórdias, engano, malícia, fofoca, difamação e desobediência aos pais.A referência de Barragan à desordem da homossexualidade se reflete no Catecismo da Igreja Católica, publicado durante o pontificado de João Paulo 2, que diz que embora a “origem psicológica” da inclinação homossexual “permaneça em grande parte sem explicação”, os atos em si são “atos de grave depravação” e “intrinsecamente doentes”.“Eles são contrários à lei natural. Eles fecham o ato sexual ao dom da vida. Eles não procedem de uma genuína complementaridade afetiva e sexual. Sob nenhuma circunstância eles poderão ser aprovados”. O Catecismo também diz que os homossexuais, como todas as pessoas que querem viver vidas normais, são chamados à “castidade” e às “virtudes do domínio próprio”.O Cardeal Barragan também reiterou a seção do Catecismo que exorta contra a discriminação aos homossexuais, dizendo: “Isso não justifica qualquer forma de discriminação”.“Nós na terra não podemos condenar, e como seres humanos todos temos os mesmos direitos”.

RESPOSTA: DIGA NÃO A PL 122 E HOMEM+MULHER= FILHOS ISTO É FAMILIA

“Somos todos filhos de Deus”, diz evangélico que casou com umbandista em evento afro na praia de Copacabana


As areias de Copacabana, templo da maior festa de fim de ano do mundo, receberam milhares de fiéis nesta terça-feira, durante as celebrações em homenagem a Iemanjá. E a praia mostrou que o casamento entre religião e democracia é possível.
Diante de 20 mil pessoas, a cantora Ângela Thomaz, de 40 anos, celebrou sua união em uma cerimônia afro com o sargento Antonio Silva Junior, de 47 anos. Criado na religião evangélica, o noivo realizou o sonho da mulher. Estamos juntos há 13 anos e nos casamos há dez no civil e no religioso, na Igreja Católica e na Evangélica. Agora, renovamos votos. Foi o meu presente — contou Ângela, que é umbandista. Para Antonio, o importante é a fé.
Somos todos filhos de Deus. Não tem por que haver intolerância religiosa. É para Deus que cada um vai prestar contas pregava o noivo. Barcos com oferendas
Do Mercadão de Madureira, partiram cerca de 20 ônibus, que levaram os fiéis ao Posto 4, onde foi celebrada a união, com festa ao som dos atabaques e cânticos afro. Cerca de oitenta barcos com oferendas foram entregues ao mar. Para não poluir as águas, todos os objetos de plástico e de vidro foram doados. Já a Congregação Espírita Umbandista do Brasil reuniu cerca de dez terreiros em uma festa que atraiu milhares de religiosos. A forte chuva foi vista como bênção. A chuva é sinal de Oxalá, que abranda corações e esfria as cabeças. O ano será de Oxalá e Iemanjá, orixás ligados à família. Será muito abençoado para casamentos e para a união, harmonia e amor — explica a mãe de santo Miriam de Oyá.

Resposta: Não foi um casamento ecumênico ,como foi amplamente anunciado na mídia , pois não contou com a presença de um PASTOR foi um casamento no cerimonial afro , por falar em casamento na umbanda que assistiu ontem ( 3ª feira 5/01/10) na TV Globo o Seriado DALVA E HERIVELTO , que uma das irmãs de Dalva falou em auto e bom som casamento realizado na umbanda nunca da certo ? Referindo-se ao casamento de Dalva e Herivelto. Será ! Porque ?

sábado, 2 de janeiro de 2010

RETRO RICARDO 2009


RETRO DO RICARDO 2009

Janeiro eu e meus botões como foi o meu 09 foi bom! Foi ? Vamos ver ! Janeiro estava na cadeira de roda com uma equipe de enfermagem ao meu redor 24 horas para eu levantar da cama e passar para a cadeira era uma operação chama o CARVALHÃO ( carvalhão e uma empresa de guindaste que tem no Rio de Janeiro) e para tomar banho coitada da enfermeira Kátia suava mais que pastor tirando espírito , mais que carinho eu recebi e o tratamento vip graças ao meu plano de saúde (AMIL) e a turma do Dr.Ailton da Home Doctor das minhas fisioterapeutas ,Carla ,Ana e Carol que depois de muita fisioterapia e uma oração do meu amigo Pastor Neir por milagre voltei a andar e ai voltei a fazer a obra ,não mais evangelizando pela net ,mais de corpo presente bolei logo o PROJETO BIG BAND JAZZ COM CRISTO NOS BAIRROS , com o meu irmão e parceiro Maestro Renato Felix , a capelania hospitalar voltou a funcionar a toda carga , fui me especializar no Rio de Janeiro na UNIPAS e na volta para Lorena em conjunto com a Faculdade de Teologia de Lorena formei a 1ª Turma de Visitadores Hospitalares , mais em paralelo voltei a agitar as reuniões (Café) do CONPEL Conselho de Pastores Evangélicos de Lorena , em parceira com meu também irmão Pr.Claudio Rubens iniciamos os planos para o Dia da Bíblia e Marcha para Jesus que foi graças a Deus um sucesso , voltei a freqüentar as reuniões do Grupo Lorena pela Vida em agosto lançamos uma Revista que foi uma vitória para o nosso grupo , participei como presidente da mesa do II Fórum de Políticas Anti-Drogas ,fui para Águas de Lindóia na 1ª ESLAVEC do Pr. Silas Malafaia como aprendi (Tem pastor que não gostou do DVD LEGALISMO E LIBERDADE CRISTÃ) porque? Preguei no Projeto Semear na Canção Nova , voltei a pregar nos cultos de ensinos as 3ª.feiras nas congregações da Assembléia de Deus sob o tema Como visitar um enfermo , cara quase fui disciplinado pois comecei a chamar Pastor de 171 charlatão e outros adjetivos , pois como capelão tenho que alertar contra esses pastores (paraguaios) que vivem curando nada e aplicando golpe como por exemplo o que tirava câncer( leia no meu blog www.pastorricardosolano.blogspot.com) ,mais o que ele tirava era com uma cordinha da manga da camisa uma pedaço de carne bovina e dizia que era o câncer , cara quando eu falei das canelinhas de fogo que só vivem de profetadas e depois que eu sai no Jornal pregando na Canção Nova a turma da profetada me chamou de herege ,pastor oba oba ,enfim o que atirarão de pedra em mim não foi brincadeira e não dava para eu corre ,pois estou com dificuldade para caminhar ,mais para minha alegria alguém falou na minha orelha “Filho só jogam pedra em arvore que está dando bons frutos ,por isso estão atirando as pedras em você , mais como eu não tenho rabo preso e NÃO SOU CANDITADO A NENHUM CARGO POLITICO VEREADOR ,DEPUTADO, SINDICO DE PREDIO ETC... e não fui cassado por receber propina de empresas fornecedora da prefeitura de São Paulo ( neto de um assembleiano famoso) e não orei com mais dois crentes sendo dois deles pastor de uma igreja famosa e um filho de um pastor presidente famoso , nem estou tentando comprar uma vaga de vereador para outro filho de um famoso pastor presidente ,nem sou filho de outro pastor presidente que abandonou a filha de 3 anos em uma estrada ,nem fui pego praticando sexo com uma menina de 10 anos na escola bíblica dominical e nem passei um monte de cheque sem fundos usando o talão da igreja e nem pulei o muro trocando a esposa aquela do 3 cocois por uma gatinha de calça jeans secretaria de um consultório dentário , enfim o meu 2009 foi super abençoado agora 2010 vai ser melhor já estou fazendo os exames para a minha ultima cirurgia agora e a lombar e com a proteção do Senhor Jesus vou voltar a andar normal e a dirigir novamente pois a obra tem que continuar e esse ano vamos implantar o Ministério da 3ª Idade em Lorena com a UCI-Unidade de Cuidados Intensivos para Idosos. Que Deus abençoe a todos e que 2010 seja o ANO DO TRIUNFO EM NOSSAS VIDAS.