PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Vereador pastor é pivô de barraco na Câmara de Feira de Santana



Mulher acusa parlamentar de ser amante e sócia do marido
Jairo Costa Júnior Redação CORREIOjairo.junior@redebahia.com.br
Um barraco amoroso transformou a Câmara Municipal de Feira de Santana em cenário de novela mexicana, depois que a mulher de um vereador invadiu a sessão de anteontem para acusar outra parlamentar de ser amante e sócia do marido em supostos negócios ilícitos.
A confusão, com direito a exibição de carta anônima, baixarias verbais e tentativas de agressão física, virou BO na Delegacia da Mulher da cidade situada a 108 quilômetros da capital, com promessas de processos criminal e cível.
O pivô do escândalo que virou fofoca de bar e destaque na imprensa de Feira é o vereador Ewerton Carneiro (PTN). O vereador é mais conhecido como Pastor Tom, devido ao trabalho como líder religioso em uma igreja evangélica.Clímax A sessão da última segunda mal tinha começado quando a mulher do pastor, Ana Paula, visivelmente em fúria, entrou no plenário da Casa com uma carta nas mãos. A correspondência digitada em computador continha relatos de um suposto caso entre o marido dela e a vereadora Cíntia Medrado (PSL).
“Ela começou a fazer xingamentos, a me acusar de perturbar a vida dele (do Pastor Tom), de perseguir, de ficar ligando para o telefone do vereador”, contou Cíntia. A parlamentar afirma que, após o início do bafafá, saiu do plenário, mas foi alcançada por Ana Paula.
Na área externa, o barraco recomeçou. “Disse a ela somente que me respeitasse, como representante legítima do povo e mulher de Deus. Mesmo assim, ela veio jogar a carta em mim e só não me agrediu porque um assessor e dois motoristas se jogaram na frente”, contou Cíntia.
Enquanto isso, o pivô da baixaria, agora apelidado de “Pastor Pegador” nas rodas de futrica da cidade, se manteve afastado da confusão, apesar de presente na Casa. A distância regulamentar adotada pelo vereador tem como provável motivo a história de amor entre ele e Cíntia.
Romance A história é velha conhecida nos bastidores da política feirense. Ambos eram casados quando Cíntia, que estava em seu segundo mandato, e o novato Pastor Tom se separaram e assumiram publicamente o namoro no plenário da Casa. Meses depois, ficaram noivos.
Há cerca de oito meses, romperam o relacionamento, quando o vereador pastor voltou para a antiga mulher, que tem trajetória de líder evangélica e é apontada como maior cabo eleitoral do político, um ex-policial militar conhecido pela atuação na Rua Nova, bairro de classe média baixa de Feira.
“Fui noiva do esposo dela (de Ana Paula), nos relacionamos por dois anos. Mas, desde que terminamos, meu contato com ele é estritamente na Casa. Não temos nada”, destacou Cíntia. Mas por que, apesar do distanciamento, a rival invadiu a Câmara para acusá-la?
De acordo com um assessor parlamentar de Feira, que prefere não ser identificado, a baixaria tem origem na denúncia feita por Ana Paula no calor do barraco: a suposição de que ambos são sócios em uma clínica de oftalmologia que vem tentando emplacar convênios com a prefeitura.
“Sabíamos que ela vinha se queixando que ambos continuavam a se falar por conta desses supostos negócios, mas são coisas sem provas, só no campo da boataria”, disse a fonte. Ambos negam ter qualquer negócio juntos. Procurada, Ana Paula não foi encontrada para comentar o caso.
Desfecho Procurado, o Pastor Tom minimizou a repercussão do barraco amoroso. “Não teve problema nenhum, é coisa que o povo aumenta. Estamos bem e não houve traição. Sou bem casado e isso é assunto particular, que não tem a ver com meu trabalho, nem com o fato de ser religioso, já que é história do passado”, afirmou.
Já Cíntia deu queixa, ainda na segunda, contra Ana Paula, na Delegacia da Mulher e, ontem, subiu à tribuna para se defender das acusações. Anunciou ainda que vai processá-la por calúnia, difamação e injúria e pediu que a rival seja barrada na Casa, devido às ameaças.
“Na minha vida parlamentar, nunca vi baixaria assim. É o preço que pago por ter me relacionado com gente desse nível”, afirma. Sobre o ex-noivo, só tem críticas: “Quero distância total. Ele foi omisso, o que o torna cúmplice dela”.

RESPOSTA: Dona Maria ROLO DE MASSA DE PASTEL NA CABEÇA DO PASTOR ..kkkkkkkkkkkkkkk

sábado, 24 de setembro de 2011

Pastor é preso após se masturbar para menina de 12 anos em Cuiabá






O pastor evangélico Deneval Chaves da Silva,42, foi preso em flagrante no início da tarde de ontem por praticar atos obscenos em plena avenida no bairro Pedregal, em Cuiabá. Ele foi denunciado por uma garota de 12 anos.
Segundo a menina, Deneval se aproximou dela pedindo informações sobre uma rua do bairro. Quando ela percebeu, o homem que se diz pastor da igreja Assembleia de Deus estava se masturbando. Assustada, a menina saiu correndo e contou para a mãe o que havia acontecido. Na delegacia ele negou tudo, mas as explicações do acusado não convenceram o delegado considerando a informações dos policiais militares que atenderam ocorrência e conformaram que quando abordaram o “pastor” ainda estava com o zíper da calça aberto.
Ele foi preso em flagrante e encaminhado ao presídio central. Ele deve responder por prática libidinosa e lascívia numa pena que varia entre dois e quatro anos, conforme prevê o Código Penal brasileiro. FONTE Joelma Pontes Da Redação O DOCUMENTO




Resposta: SERÁ MESMO PASTOR ANTES DE DIVULAGAR O TITULO DO CIDADÃO VERIFICAR SE A CREDENCIAL DE PASTOR DELE NÃO FOI COMPRADA NO BAR DA ESQUINA . Mais para o Deneval VAI BATER PUNHETA VENDO O SOL NASCER QUADRADO .

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

SERÁ VERDADE .PULOU A CERCA E FOI PEGO COM A CALÇA NA MÃO

Porque o Pastor José Wellington Bezerra da Costa Pastor Presidente do Belém está trocando a toque de caixa um pastor em SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Alguém sabe me explicar !!!!





RESPOSTA : O que Não acredito PULOU A CERCA E FOI PEGO COM A CALÇA NA MÃO ...Mentira irmão mais um SANTARRÃO que foi por ÁGUA ABAIXO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!




Alguem sabe o nome dele ??????????????????????????

sábado, 17 de setembro de 2011

CAPELANIA NA RUA NO NOVO HORIZONTE

HOJE (17/09/11) FOI REALIZDA A CAPELANIA NA RUA NO BAIRRO NOVO HORIZONTE (LORENA) SÓ FALTOU O PULA PULA MAIS A COORDENAÇÃO JÁ CONVERSOU COM A FAMA PETROLEO PATROCINADOR E NA PROXIMA EDIÇÃO JÁ TEREMOS UM PULA PULA PROPRIO SEM CONTAR COM TERCEIROS ...DEUS É FIEL







quinta-feira, 15 de setembro de 2011

II CONFERENCIA MUNICPAL DA JUVENTUDE DE LORENA

Tive a honra de presidir os trabalhos com a ajuda dos amigos Moises Aquino e Fernanda Ribeiro ontem (14/09/11) a II CONFERENCIA MUNICIPAL DA JUVENTUDE realizada no Teatro do São Joaquim (UNISAL) parabéns a todos pelo sucesso.

LAMENTAVEL FOI A FALTA DO PODER PUBLICO LEIA-SE SECRETARIA DA INFANCIA
JUVENTUDE E CIDADANIA , E FOI ESTA SECRETARIA QUEM ESTAVA A FRENTE DA CONFERENCIA MAIS NÃO APARECEU NEM UMA ALMA PENADA , SÓ ALGUNS OLHEIROS PARA VER SE REALMENTE ESTAVA ACONTECENDO , É ALGO DE BOM ESTAVA ACONTECENDO TEATRO DO SÃO JOAQUIM , MUITAS PROPOSTAS ELABORADOS PELOS JOVENS PRESENTES FORAM VOTADAS E NÃO SIMPLESMENTES PROPOSTAS FORMULADAS EM GABINETES COM FINS ELEITOREIROS ...... DEUS É FIEL





MOISES AQUI ....EU.... FERNADA RIBEIRO





terça-feira, 13 de setembro de 2011

Justiça do CE condena igreja a pagar






Pastor e igreja foram condenados em primeira instância.
Advogado de defesa diz que vai pedir embargo da decisão.
Um pastor cearense e uma igreja evangélica foram condenados pela Justiça a indenizar em R$ 100 mil uma fiel chamada de 'adúltera' durante culto religioso. A igreja terá de pagar R$ 50 mil e o pastor, a outra metade. "A injúria ocorreu dentro da igreja, perante fiéis, por isso o pastor e instituição foram condenados", explica o advogado da mulher, Odécio Sousa Marques. A decisão foi publicada no Diário da Justiça no dia 9 de agosto.
De acordo com os autos, o pastor teria cometido o crime de injúria em 2001 durante culto. Além de chamá-la de adúltera, o pastor afirmou que a mulher havia mantido relacionamento sexual com o próprio filho. A fiel entrou com uma ação na Justiça alegando que teve a “vida exposta à execração pública”, o que teria gerado danos morais. A decisão é em primeira instância.
O advogado do pastor, Enísio Gurgel, nega as acusações. “Meu cliente não declarou nada, isso é fruto de uma briga interna da igreja”, diz Gurgel. O advogado destaca ainda que a suposta acusação foi “criada” por um grupo de pastores da mesma igreja com o objetivo de denegrir seu cliente.
Gurgel afirma que tem provas de que as acusações foram “inventadas” e vai pedir o embargo da decisão. “Ela (a vencedora da causa em primeira instância) nem sequer ouviu nada do pastor, foi só um 'disse que me disse'”, defende o advogado.
Na decisão, o juiz Carlos Alberto Sá da Silveira, da 6ª Vara Cível de Fortaleza, considerou que há provas dos crimes de injúria e difamação coletadas a partir de testemunhos de pessoas que teriam presenciado o fato. O juiz entendeu também que as provas produzidas em defesa do pastor são insuficientes para contrariar o argumento da fiel que se sentiu injuriada. FONTE G1

RESPOSTA: R$ 100.000,00 É POUCO SE ESSA MODA PEGA AQUI EM LORENA KKKKKKKKKKKKK CUIDADO PASTOR QUE USA O MICROFONE NA SANTA CEIA PARA OFENDER OS IRMÃOS TE CUIDA .......

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

As Marias Lorenenses




Manhã do dia 7 de setembro de 2011 Praça Arnolfo de Azevedo 9.horas chegava uma Maria vestida de preto chegava outra Maria também de preto e num instante muitas Marias lorenenses estavam na praça ,porque na praça naquela hora da manhã e não nas suas casas ou assistindo ao desfile da independência na Targino ,porque ali naquela praça central de Lorena , a revolta das Marias tinha um endereço ,um basta a política vergonhosa da nossa cidade a violência contra mulheres por parte de autoridades municipais . todas as Marias estavam de vestes preta de luto por Lorena , com nariz vermelho de palhaço e apitos para dizerem acorda povo acordo homens vamos exigir os nossos direitos juntos aqueles que nos demos uma representatividade e nos pagamos a cada um deles com nossos impostos , nos colocamos nos podemos tirar .
As Marias não sei quantas 50 ,60 ,70 ,100 ,1000 estavam na praça ,as que não puderam estar na praça estavam em espírito ,e com essas Marias aprendemos a fazer um movimento de protesto pacifico .
Houve certa vez,uma mulher sofrida que,no meio de suas atividades rotineiras,foi surpreendida pela presença amorosa e interessada de Jesus.Ele ,o Deus criador encarnado na forma de pessoa humana,buscou-a onde ela se encontrava,à beira do poço, exercendo a penosa tarefa de tirar dali água que, embora necessária à sua sobrevivência,apenas temporariamente lhe saciava a sede física. Por enxergar-lhe o íntimo ,Jesus viu,além da necessidade imediata, a sede nunca satisfeita de seu coração, num diálogo que logo transcendeu a realidade imediata que os rodeava e penetrou a esfera dos problemas pessoais daquela mulher,Jesus ofereceu-lhe a Água Viva pela qual ela ansiava. Jesus conhece bem o coração das mulheres. Ele veio para libertar-nos de nossas inquietações,nossas tristezas ,nossas tribulações,nossas angustias ,nossas carências , nossa sede de amor. Por isso nos Homens devemos aprender com as Marias a ter coragem até mesmo para fazer um ato de protesto , eu como homem estou envergonhado por só ver Marias lutados por uma LORENA MELHOR.
Pr.Ricardo Solano

terça-feira, 6 de setembro de 2011

domingo, 4 de setembro de 2011

CAPELANIA NA RUA NO PARQUE RODOVIAS

Parabéns a equipe da Capelania na Rua pelo belo trabalho social realizado no Parque Rodovias o próximo será sábado 17 de Setembro no Novo Horizonte.









quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Bebê com crise de abstinência de drogas passa 14 dias internado no CE






Criança é o sexto filho de uma mulher viciada em crack.Bebê poderá apresentar alteração no desenvolvimento neuropsicomotor.
Um bebê recém-nascido passou 14 dias internado com crise de abstinência de drogas em um hospital municipal no Bairro Messejana, em Fortaleza. A criança nasceu em 17 de agosto e é o sexto filho de uma usuária de crack, segundo a diretora de apoio técnico do hospital, Ineida Coelho Sales. “Logo após o nascimento, o bebê apresentou tremores no corpo por causa da falta das substâncias químicas. Os sintomas indicavam Síndrome da Dependência Química”, diz Ineida, que é enfermeira obstetrícia e cuidou do caso. A criança foi entregue ao pai nesta quarta-feira (31). Sequelas Apesar da liberação do hospital, a criança e a família serão acompanhados por um ano pela unidade hospitalar, de acordo com a diretora. Passado este período, a criança passará por novos exames para identificar as sequelas. Segundo Ineida, a criança pode apresentar retardo do crescimento, dificuldade de sugar o leite materno, hipoglicemia e letargia. A longo prazo, pode ter alteração no desenvolvimento neuropsicomotor, dificuldade de aprendizado, baixa estatura e agressividade.
TratamentoPara que a criança fosse entregue à família após receber alta médica, um responsável teve de se apresentar no hospital. “Nestes casos, só liberamos o bebê após avaliação de nossas psicólogas. Temos de ter a certeza de que a família e o responsável podem cuidar da criança, do contrário, encaminhamos o caso para o Conselho Tutelar”, explica a diretora.
Durante a internação, de acordo com Ineida, o bebê recebeu medicamentos específicos para o caso. “Foi constatado que ele tinha condições de voltar para casa, então foi liberado”, afirma Ineida. O bebê voltou com o pai para casa. Os dados da família do bebê são mantidos em sigilo pelo hospital, não foram passadas informações se o pai e a mãe moram juntos e qual seria condição das outras crianças. Fonte Diana Vasconcelos Do G1 CE







Repostas: Temos que fazer algo urgente.