PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

sábado, 30 de abril de 2016

PASTOR NÃO SE MISTURA COM OUTRAS IGREJAS EVANGÉLICAS SÓ A DELE PRESTA......

Meus irmãos, hoje tive uma senhora decepção com um Pastor de uma igreja tradicional da cidade de Lorena ,vou relatar brevemente o caso fui na feira comer um pastel e encontrei um irmãozinho muito querido que congregou comigo quando eu era de outra denominação , agora voltei a congregar na igreja que em 1977 no Rio Negro em Manaus em um culto da mocidade no navio que eu era tripulante aceitei conhecer Jesus ,mais vamos lá , o camarada prega comunhão entre as igrejas e o irmãozinho sem querer abriu o bico, pastor o senhor já sabe a ordem que o pastor deu para os obreiros para não receber ninguém nem dar oportunidade ao pessoal da Assembleia de Deus Missão , disse o Santo pastor não vamos nos misturar e o obreiro que desobedecer vai para o banco .
Vivemos anos e anos sem essa comunhão e mudou a direção e entramos em comunhão ,agora vai voltar tudo novamente , será que essa velharia não aprende é por isso que ímpio vai para frente, prospera ajuda um ao outro, não e covarde de dizer as coisas pelas costas é certos crentes com essas manias esclerosadas de não me misturo e a pior delas , o camarada filho de uma égua você quando come arroz com feijão você come separado ou mistura, a descobri no céu vai ter placa de igreja também ,tá bom mais cuidado um dia você pode precisar de alguém de outra denominação e este lhe atender bem ou bater a porta na sua cara.
Como pode ser isso? Como alguém pode ensinar tão bem e não viver nada do que prega? Como você pode pregar sobre algo que você não acredita o bastante pra viver?
Eu já percebi que há dois tipos de pastores . Aquele que vive o que prega e aquele que prega pra si mesmo. Infelizmente, um número assustador deles geralmente cai sob a segunda categoria, não porque querem ser hipócritas – mas porque a pregação lhes dão um certo sentimento de justiça que, por algum motivo, faz com que se sintam bem em não viver o que pregam, desde que possam mesmo assim ensinar.

Por isso eu vivo o que prego e não tenho meu rabo preso, obrigado meu querido amigo e irmão por me abrir os olhos , sim o pastel estava uma delicia ......... 
Resposta: 
                               &



sexta-feira, 29 de abril de 2016

Homossexual pode e deve doar sangue sim.

Caminhão cheio de sangue critica desperdício por preconceito

Ação em SP critica norma que impede homens gays de doarem sangue.
Governo diz que restrição está fundamentada em dados epidemiológicos.

Do G1, em São Paulo
Caminhão cheio de sangue alerta sobre desperdício por preconceito (Foto: Divulgação)
Um caminhão com centenas de bolsas de sangue foi colocado nas ruas da cidade de São Paulo para criticar a determinação que proíbe que homens gays e bissexuais sejam doadores de sangue no país.
A ação foi criada pela agência Africa para uma campanha internacional da All Out, movimento global de defesa dos direitos da comunidade LGBT, e traz a mensagem: "O Brasil desperdiça mais de um caminhão cheio de sangue todo dia por puro preconceito".
"A campanha busca mostrar que, ao não reconsiderar essa proibição, o Brasil impede o diálogo, reforça estereótipos e joga fora litros de sangue que poderiam salvar vidas", diz Leandro Ramos, diretor da All Out. Ele lembra que todo o sangue colhido em bancos públicos e privados do Brasil deve obrigatoriamente passar por testes que permitem  a identificação de vírus como o HIV e HCV, que causa a Hepatite tipo C.
“Se uma pessoa não usa drogas, mantém um único parceiro sexual e usa preservativo sempre, ela pode doar sangue. A menos que seja um homem que se relaciona com outro homem. Mas, se todo sangue doado, seja de quem for, passa por uma série de testes, por que homens gays e bissexuais são proibidos de doar?", questiona Álvaro Rodrigues, vice presidente de criação da Africa.
A campanha conta ainda com um site, na qual homens gays e bissexuais podem entrar em uma "fila de doadores" virtual. A ideia é mostrar o número de novos doadores e a quantidade de sangue desperdiçada pela proibição. Veja o vídeo da campanha
A proibição vem da Portaria 2712, de 12/11/2013, do Ministério da Saúde. Embora não faça referência à orientação sexual de possíveis doadores, a portaria determina que homens que se relacionaram sexualmente com outros homens nos últimos 12 meses são inaptos a doar.
O que diz o Ministério da Saúde
O Ministério da Saúde informa que os critérios para a seleção de doadores de sangue estão baseados na proteção dos receptores, visando evitar o risco aumentado para a transmissão de doenças por via parenteral.
Segundo o ministério, as restrições para a doação de sangue estão fundamentados "em dados epidemiológicos presentes na literatura médica e científica nacional e internacional, e não em orientação sexual".

"Além dessa recomendação, a realização recente de cirurgias e exames invasivos, vacinação recente, ingestão de determinados medicamentos, tatuagens nos últimos 12 meses, histórico recente de algumas infecções, práticas variadas que deixem o candidato vulnerável a adquirir determinadas infecções, viagens a locais onde há alta incidência de doenças que tenham impacto transfusional, sintomas físicos e temperatura do candidato no momento da doação são alguns dos motivos que também podem tornar o candidato inapto para a doação naquele momento", diz, em nota, o ministério.
"No Brasil, dados do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde apontam que a epidemia de Aids está concentrada em populações de maior vulnerabilidade, tais como homens que fazem sexo com homens, usuários de drogas e profissionais do sexo. Essas populações apresentam maior prevalência de infecção por HIV quando comparadas com a população em geral. Atualmente, cerca de 718 mil pessoas vivem com HIV/Aids no Brasil, indicando uma taxa de prevalência de 0,4% na população em geral. Já nas populações de maior vulnerabilidade, a taxa é de 10,5%", acrescenta.

Sobre o atual índice de doadores de sangue no país, o governo afirma que o percentual atende a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), de que pelo menos 1% da população seja doadora. "Em 2014, a taxa de doação de sangue para cada mil habitantes no Brasil foi de 18,49, ou seja, 1,8%. Entre 2013 e 2014, houve um aumento de 4,5% nas coletas de bolsa de sangue, passando de 3,5 milhões para 3,7 milhões", informa o ministério.
RESPOSTA;   desperdício por preconceito......... 

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Drogas faz mais vitimas em Lorena

Jovem de 20 anos é morto com dois tiros na cabeça em Lorena, SP

Crime foi em frente da casa onde vítima morava no bairro Santo Antônio.
Um outro jovem de 20 anos sofreu tentativa de homicídio.

Um jovem de 20 anos foi morto com dois tiros na cabeça na noite deste domingo (24) no bairro Santo Antônio, em Lorena (SP). Ninguém foi preso.
De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava na frente da casa onde
morava, na rua Santa Isabel, quando foi alvejado por volta das 21h30.
Tentativa de homicídio
Um jovem, também de 20 anos, foi baleado na perna em uma tentativa de homicídio na Vila Industrial, em Lorena, na noite de domingo.
De acordo com a Polícia  Civil, o crime foi por  volta das 20h30 entre as ruas Caetes e Rio de Janeiro. A vítima foi socorrida no Pronto Socorro da cidade e não corre risco de morrer.
Resposta: Todas as vitimas segundo a PM tem envolvimento com o trafico de Drogas ...Preveção
                               

terça-feira, 19 de abril de 2016

SEU FILHO TEM NET ? PEDOFILIA ESTA ATRAS DA TELA

'Não tivemos apoio da delegacia', diz madrasta de menina assediada

Mensagens com conteúdo pornográfico foram enviadas à criança, diz família.
Encontro foi marcado sem intermédio da polícia e suspeito foi espancado.


A madrasta de uma menina de 11 anos, deMogi das Cruzes (SP), que se passou pela menina e marcou encontro com um homem por suspeita de pedofilia, contou ao G1 nesta segunda-feira (18) que a família procurou a Delegacia da Mulher de Mogi das Cruzes, no dia 28 de março, logo que as mensagens com conteúdo pornográfico começaram e que chegou a avisar a polícia do encontro marcado para sábado (16), mas que não recebeu o apoio necessário. Delegada Valene de Souza Bezerra, porém, afirma que caso já estava sendo investigado e que não foi informada sobre o encontro.
A madrasta e o pai foram ao local marcado, na rodoviária da cidade, por conta própria.Eles relataram que ao ver a movimentação, populares perguntaram do que se tratava. Segundo o boletim de ocorrência, a madrasta disse "pedófilo" e o homem foi espancado por pessoas que passavam pelo local e foi hospitalizado.
O delegado Argentino Coqueiro, responsável pelo 1º Distrito Policial, onde o caso foi registrado, disse mais cedo que os pais deveriam ter chamado a polícia antes de marcar um encontro. "Se a polícia estivesse no momento, ele teria sido preso em flagrante. Na verdade acabou que não tivemos a versão dele porque não tinha nem condições de ele ser ouvido. Esse caso foi encaminhado para a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) que deve representar o pedido da prisão preventiva dele. Como esse caso envolve uma criança, é de atribuição da DDM."
O delegado acrescentou que as pessoas que bateram no homem podem responder por lesão corporal. "Se identificados, serão responsabilizados pelas lesões corporais nesses indivíduos. Já solicitamos cópias das imagens, das gravações, no local das fotos."
A madrasta, porém, diz a família procurou a Delegacia da Mulher e não recebeu apoio. "Esse encontro foi marcado na quinta-feira (14) e, no dia seguinte, nós fomos à Delegacia da Mulher. O investigador do caso não estava lá e uma moça nos disse que seria dificil de a polícia acompanhar pelo horário, que era para adiarmos. A moça me disse também que seria preciso pedir um mandado de prisão e que isso demoraria uma semana, mas a gente não aguentava mais essa situação e não queríamos enrolar ou adiar essa história. Nós fomos orientados que, se pegássemos ele, ele não ficaria impune quando chamássemos a polícia. O fato é que não tivemos o apoio da delegacia", explica a madrasta.Segundo a Delegacia da Mulher, porém, a família não avisou sobre o encontro agendado. “Já tinha um boletim de ocorrência na delegacia e tínhamos um pen drive com imagens. Nós já estávamos investigando. A Delegacia da Mulher não tinha conhecimento sobre o encontro. A família correu um risco. Nós estamos com o inquérito instaurado e estamos investigando o caso”, afirmou a delegada titular da Delegacia da Mulher.
A família conta que as mensagens se prolongaram por cerca de 21 dias. O primeiro boletim de ocorrência foi registrado no dia 28 de março. "Entreguei as mensagens e, em um segundo momento, quando fui entregar novas mensagens e um vídeo dele [com conteúdo pornográfico], nós ficamos aguardando. O investigador nos disse que seria muito difícil identificá-lo e que ele não atendia as ligações da polícia."
Susto
Segundo a família, no começo, os pais não sabiam ao certo o que fazer. “Assim que a primeira mensagem chegou, ela me entregou o celular e eu fiquei assustada. Avisei o pai dela e ele pediu para que eu fosse conversando com ele até ele retornar para casa.”
O pai da menina não estava na cidade e, até que voltasse a Mogi, ela contou que o casal discutia por telefone quais mensagens deveriam ser enviadas. Quando o pai da menina voltou, foi ele quem assumiu as conversas com o rapaz. Nos dias seguintes, nas próximas viagens que o pai fez, ele levou o celular da filha e se comunicava com o rapaz.
Segundo a madrasta, o pai chegou a passar mal durante as conversas. “Para nós, que cuidamos dela desde pequena, é revoltante ver o que ele estava pedindo. Ela é uma criança ainda. O pai fez o que pode, o máximo que ele conseguia fazer ele fez. Ele chegou a passar mal, deu ânsia e subiu a pressão dele. A gente fica lembrando o que poderia ter acontecido”, reflete.
A madrasta diz que precisou "treinar" para se passar pela enteada nas mensagens de voz pelo WhatsApp. “Ele ficava insistindo para que mandasse fotos e a gente dizia que o celular estava com a câmera quebrada. Ele perguntava sobre o corpo e queria ouvir a voz dela. Eu conversei com o meu marido e achamos que eu poderia me passar por ela por ter a voz mais fina. Então eu peguei o meu celular e comecei a treinar a minha voz para enviar áudio, primeiramente no celular do meu marido. Depois que consegui fazer uma voz mais fina, de criança, eu mandei um ‘oi, tudo bem’ para ele. Ele nem desconfiou.”
Mensagens
O pai da menina contou na delegacia que na madrugada de 27 de março que o estranho fez contato com o celular da filha dele pelo WhatsApp. Segundo o pai, havia a mensagem “oi” e a foto de um pênis.
Ainda e acordo comos relatos do pai à polícia, as conversas foram se prolongando e o homem pedia abertamente fotos da menina pelada, perguntava sobre o corpo, etc. Até que o homem propôs um encontro e eles marcaram no Terminal Rodoviário, onde, ainda de acordo com o pai, o homem foi espancado por populares após a madrasta ter disse "pedófilo!" para os que passavam e perguntavam o que estava acontecendo.
O suspeito foi internado no Hospital Luzia de Pinho Melo. A Secretaria Estadual de Saúde informou que não está autorizada a informar seu estado de saúde. O pai entregou cópia das mensagens à polícia. Um boletim de ocorrência foi registrado no 1º Distrito Policial com base no artigo do Estatuto da Criança e do Adolescente que trata de “aliciar, assediar, instigar ou constranger.”
O suspeito não foi levado para a delegacia porque precisou ser hospitalizado, mas no boletim de ocorrência consta que ele é “averiguado”. A Secretaria Estadual de Saúde informou que o hospital não autorizou a divulgação do estado de saúde do suspeito.
A família da menina lamenta que o rapaz não tenha sido preso. “A gente fica mais aliviado por saber que nada de ruim aconteceu com ela, mas ficamos indignados por ele não ficar preso e responder em liberdade. Ficamos até com medo de retaliações. Não sei se ele vai continuar a fazer isso, espero que não. Mas a sensação que fica é que tentamos tirar mais um”, comenta a madrasta. (FONTE E FONTOS G1)
RESPOSTA: Pais temos que vigiar nossos filhos o perigo fica por trás de uma tela.



segunda-feira, 18 de abril de 2016

BOA VIAGEM Jean Willians LULA E DILMA


Bom dia na paz e na alegria do Senhor .Parabéns as bancadas Evangélicas e Católicas pela união na votação ontem na Câmara Federal em especial aos amigos deputados do Rio Sóstenes e Ezequiel Teixeira . Sim para terminar meu bom dia Deputado JEAN WILLIANS BOA VIAGEM. é VIVA DEPUTADO JAIR BOLSONARO. 
Amigo Vereador Padre Coelho quero ver seu pronunciamento hoje na Câmara dos Vereadores de Lorena só não vale dizer que foi GOLPE ....


                            



BOA VIAGEM DEPUTADO 
O BRASIL ACORDOU SORRINDO
FORA CUT FORA MST FORA UNE
LULA VAI TOMAR UMA 51 QUEM SABE VOCÊ TEM UMA BOA IDEIA  

LULA VOU MANDAR UMA UBER APANHAR VOCÊ PARA FAZER TURISMO AQUI EM CURITIBA








quinta-feira, 14 de abril de 2016

UMA MANCHETE QUE EU NUNCA GOSTARIA DE TER LIDO


Parentes e amigos cantam e pedem justiça no enterro de jovem vítima de bala perdida



Cerca de 300 pessoas foram se despedir de William Davi de Almeida Cordeiro, de 18, morto com uma bala perdida na noite desta segunda-feira, em Cascadura, na Zona Norte, no enterro realizado na manhã desta quarta, no Cemitério Jardim da Saudade, em Mesquita, na Baixada. Amigos e familiares se emocionaram ao cantar o hino do Flamengo, time do coração do jovem, e cobraram das autoridades as devidas respostas.
— O William sempre foi uma pessoa tranquila e estudiosa. Participava da Igreja Evangélica Congregacional de Cascadura, não fazia mal a ninguém. É uma perda irreparável — contou um parente, que preferiu não se identificar.

A mãe do jovem passou mal durante o enterro e foi acolhida por familiares. Com a camisa do Flamengo, o pai, William Rodrigues, de 43 anos, não quis dar entrevista. Nesta terça, ele disse que era muito próximo do filho:
— Estou buscando forças para falar. Meu garoto estava fazendo faculdade e eu sonhava junto com ele. Sou enfermeiro e, sempre que chegava do plantão, ia para o quarto dele para conversar. Tínhamos um elo muito grande. Meu filho era um esportista e tinha um coração muito grande. Buscava a irmã, de 17 anos, no colégio porque ficava preocupado com ela — diz o William.  ( JORNAL EXTRA FOTOS E REPORTAGEM)

Resposta: Sobrinho eu sei o que você está sentindo neste momento,pois vivi o mesmo a 1 ano atras com a perda da minha filha Virginia   que Deus conforte seu coração  e todos os seus ........




quarta-feira, 13 de abril de 2016

Justiça aceita denúncia contra 19 pastores e membros da Maranata

Estelionato, formação de quadrilha e duplicata simulada são acusações.
Ação penal foi movida pelo Ministério Público Estadual (MP-ES).

A Justiça da 2ª Vara Criminal de Vila Velha aceitou, nesta quarta-feira (13), a denúncia contra 19 pastores e membros da Igreja Cristã Maranata.
Entre eles, está o fundador e presidente da instituição, Gedelti Victalino Teixeira Gueiros. É a segunda vez que a denúncia é confirmada pela Justiça Estadual.
Todos foram acusados, em ação penal do Ministério Público Estadual (MP-ES), por crimes de estelionato, formação de quadrilha e duplicata simulada (nota fiscal fria).
Eles teriam praticado desvio de dízimo da igreja, envolvendo uma movimentação financeira da ordem de R$ 24,8 milhões, segundo o próprio MP-ES.
Ao processo, também, está anexada outra ação penal formulada pelos promotores por supostos crimes de ameaça praticados até contra promotores e juízes.
O processo, que teve início em 2013, tramitava em Vitória, onde a denúncia foi aceita. Duas audiências chegaram a ser agendadas e uma delas realizada no final de 2014. Mas, por decisão da Justiça, o processo foi transferido para Vila Velha, onde está localizada a sede da igreja.
Naquele município os trâmites foram reiniciados. As duas ações penais foram confirmadas novamente pelo Ministério Público Estadual e aguardava-se a decisão do Juízo da 2 ª Vara Criminal, o que ocorreu nesta quarta-feira (13) com a aceitação da denúncia mais uma vez.
O advogado Fabrício Campos que defende a Maranata informou que ainda não tinha sido notificado sobre a decisão e, quando isto ocorrer, as partes iriam confirmar a defesa já apresentada ou acrescentar novos argumentos.


Resposta: Sem comentários ........vergonha 

terça-feira, 12 de abril de 2016

Mais uma vitima da violência urbana

Bom dia na paz e na alegria do Senhor.....................Recebi nesta madrugada aqui em Lorena, noticia que o filho do meu primo/sobrinho William Cordeiroveio a falecer no Rio de Janeiro de uma bala perdida um jovem de 18 anos cursando a faculdade de Educação Física é com um sonho ser Pastor , sei o que é isso vivi a pouco tempo a perda de uma filha , não tenho palavras só lagrimas e oração que Deus console o coração da minha prima Marília Azêdo da tia Cris Gomes e de todos os familiares e amigos .

RIO — Um jovem de 18 anos morreu após ser atingido por uma bala perdida em Cascadura, na Zona Norte do Rio, na noite desta segunda-feira. William Davi de Almeida Cordeiro caminhava pela Rua Cametá, por volta das 21h, quando foi atingido por um disparo no abdômen. Ao mesmo tempo, na mesma via, uma tentativa de assalto terminou em um confronto entre três criminosos e um major da Polícia Militar. William havia saído de uma partida de futebol que acontecia em uma igreja do bairro e seguia para a casa de um amigo, quando foi atingido. A vítima chegou a ser socorrida com vida para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu aos ferimentos.
De acordo com testemunhas, o PM não foi o primeiro a ser abordado pelos bandidos. Antes, os ladrões, armados com pistolas, já haviam feito outras duas vítimas na via. Os criminosos estavam em um carro, quando roubaram uma motocicleta de um homem na mesma rua e, depois, abordaram o filho do policial, também da corporação, que estava em outro veículo e não reagiu ao assalto. Ele teve o aparelho celular roubado.
— Não havia percebido que aquilo se tratava de um roubo, porque estava a uns dez metros do meu filho. Então, um dos bandidos veio na minha direção e disse "perdeu". Havia uma pistola no banco do carona do meu carro. Quando ele (o assaltante) percebeu que eu peguei a pistola, começou a atirar e correr, junto com o outro que estava na moto roubada. Eu de dentro do carro disparei e me joguei dentro do veículo — relatou o policial que pediu para não ser identificado.
da vítima abalado após morte do filho - Pedro Teixeira / Agência O Globo

Os criminosos conseguiram fugir. Ao sair do veículo, o policial percebeu que William estava caído no chão. O PM, então, levou o jovem para o hospital.
O enfermeiro William Rodrigues, pai da vítima, contou que chegou a ver o filho na unidade. Emocionado, ele narrou o estado em que encontrou o rapaz.
— Quando eu cheguei perto dele vi que projétil entrou, atravessou o fígado e se alojou na linha da perna dele. Foi uma hemorragia interna. Sei que não teve muito o que fazer.
William Davi cursava o primeiro período de Educação Física. "Era o sonho dele", revelou a família. O universitário frequentava uma igreja evangélica. Parentes relatam que o rapaz era muito bem quisto pela vizinhança e gostava muito de esportes.
— Era um jovem cheio de sonhos. Não falava palavrão e os nossos vizinhos eram loucos por ele. Tinha muito respeito pelos outros. — afirmou o pai, que, abalado, desabafou: — Fui várias vezes para cama do William só para sentir o cheiro dele, com a saudade que eu estou do meu filho. Amo meu filho de todas as formas.
William disse ainda que o filho foi vítima de uma fatalidade:
— Ele (o policial) não tinha outra opção, iam tirar a vida dele. Infelizmente meu filho estava passando. Uma fatalidade que a gente vê acontecer. Mas, mesmo assim, não nos acostumados com a morte. Agora não sei como vou encarar a minha esposa e a minha outra filha. Tenho que deixar nas mãos de Deus.
No início da madrugada desta terça-feira, outros parentes do jovem estiveram no hospital. Emocionado, o tio do jovem Leandro Tadeu contou que o sobrinho havia feito uma visita nesta segunda-feira.
— Meu sobrinho passou a tarde toda na minha casa, almoçou comigo, cochilou no meu sofá e, antes de ir embora, me abraçou e beijou. Espirrou o perfume dele no meu braço, antes de ir jogar bola. Era um garoto amigo, dócil, brincalhão, honesto e sem vícios. Nunca pensei na minha vida que daria uma entrevista sobre a perda de um ente querido que eu amava demais.
O caso foi registrado na Delegacia de Homicídios da Capital (DH). Agentes da especializada realizaram a perícia no local. Além da família vítima, o PM, o filho dele e o vizinho que teve a moto roubada compareceram à delegacia para prestarem depoimento. O veículo do major que entrou em confronto com os bandidos estava com diversas marcas de tiros. A Polícia Civil vai realizar um exame de confronto balístico para tentar identificar de onde partiu o disparo que atingiu o jovem. (FONTE O GLOBO)
 Resposta: Neste momento não tenho palavras só lagrimas e oração 


domingo, 10 de abril de 2016

Desta vez nem vitima nem criminosos são de Lorena...

Vítima tinha 25 anos, levou um tiro na cabeça e morreu no local.
Polícia Civil afirmou que crime foi motivado por acerto de contas

Um homem de 25 anos foi morto a tiros na noite desta sexta-feira (8) no bairro Vila Velha emLorena. Segundo a Polícia Civil, o crime foi motivado por um acerto de contas. Duas pessoas foram presas.

A Polícia Civil informou que cinco homens vieram de Patos (PB) para o acerto de contas com o rapaz, que trabalhava como vendedor ambulante. Em depoimento à polícia, o autor teria dito que a vítima teria mandado matar seu irmão e por isso teria vindo para o acerto de contas.
Os criminosos teriam acompanhado a rotina da vítima por alguns dias para planejar o homicídio. Na noite de sexta, os cinco abordaram o homem em seu comércio, atiraram na cabeça e roubaram R$ 5,5 mil que estava no caixa do local. O homem morreu no local.
Os cinco fugiram pela Dutra e um motociclista que passava pelo local os seguiu e indicou a localização para a polícia, que surpreendeu dois deles em um cerco na cidade de Cruzeiro. O autor, de 30 anos, e o comparsa, de 49, foram presos. Com a dupla, foi encontrada a arma utilizada no crime, munições e 50g de maconha. Os outros três conseguiram fugir.(fonte G1)
Resposta : Droga no meio , e desta vez nem vitima nem criminosos são de Lorena menos mau ......

sexta-feira, 8 de abril de 2016

MC Bin Laden afirma que é evangélico e dizimista

O funkeiro carioca do "Tá Tranquilo, Tá Favorável" explicou que não é "crente, crente" porque canta funk


Quem poderia dizer que o funkeiro que canta “Tá Tranquilo, Tá Favorável” é evangélico e que ainda é dizimista? Essa declaração foi dada pelo próprio MC Bin Laden em entrevista à revista Sexy de abril.
Na entrevista ele afirma que gosta de estar na igreja e que se sente à vontade por estar lá.
“Na igreja me sinto muito à vontade, é como se você estivesse na verdadeira casa de seu pai. Pode chorar, gritar, conversar, ouvir, escutar a verdade”, afirmou.
O cantor ainda diz que não é crente por causa do funk, mas que se considera evangélico por gostar de ir à igreja. Ele também afirma que nunca foi sempre certo e nem santo. “Todo mundo tem seu lado ruim”, confessa o funkeiro.
Mas nessas idas à igreja ele tem aprendido sobre a Bíblia e entre as lições ele entendeu a importância de ser dizimista. “Gosto de ler a Bíblia e lá fala que você tem que dar os 10%. E eu sou dizimista e gosto disso. Lá fala que, se você não der essa parte, que é de Deus, você pode se amaldiçoar”, explicou. (Fonte e Foto GospelPrime)
Resposta:

quarta-feira, 6 de abril de 2016

VAI FAZER FAXINA EM VEZ DE TRAFICAR

Mãe e dois filhos adolescentes são detidos por tráfico em Lorena, SP

Além deles, outras duas pessoas foram detidas na ocorrência. 
Criminosos estavam com dinheiro, cocaína, balança e eletrônicos.


Uma mulher de 33 anos anos foi detida junto com os dois filhos adolescentes embalando drogas na madrugada desta terça-feira (5) no Cecap em Lorena. Além deles, dois vizinhos também foram detidos por tráfico. Com os criminosos, foram encontrados dinheiro, cocaína, uma balança digital e aparelhos de comunicação.
A ocorrência foi iniciada por volta de meia-noite no bairro Cecap Alta, durante um patrulhamento da polícia. De acordo com a Polícia Militar, uma mulher de 33 anos estava com os dois filhos, de 15 e 17 anos, embalando o entorpecente. Outros dois homens, 22 e 29, auxiliavam na atividade.
Em busca realizada na casa da família, a PM encontrou R$1 mil, 1,86 quilo de cocaína, uma balança de precisão, dois notebooks e aparelhos celulares. Todos foram encaminhados para a delegacia da cidade.
Frequentes casos
Segundo a Polícia Militar, a região onde os suspeitos foram flagrados é conhecida pelos frequentes casos de tráfico de drogas.

No fim de fevereiro, a PM havia flagrado um jovem de 16 anos com 103 cápsulas de cocaína. Na ocasião, o jovem foi levado para a delegacia, ouvido e depois liberado para os 


Resposta: Vai Fazer Faxina ,Lavar Roupa ....Não dinheiro fácil é melhor ...............então agora CADEIA