PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Homem que doou Range Rover de R$ 200 mil a igreja, flagra carro em baile funk!

Homem que doou Range Rover de R$ 200 mil a igreja, flagra carro em baile funk!
Marketing Gospel  tradução 171Gospel
Realmente é REVOLTANTE E NOJENTO........................... Usar o Nome de Deus neste Markentig  Gospel  e nojento.............
Assista o video e tire suas proprias conclusões a de cima e minha....




              


Resposta : O Brasil está em crise e a lenha este ano esta curta para queimar na fogueira ................

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Um em cada três caminhoneiros usa drogas

Um em cada três caminhoneiros usa drogas, revela teste inédito no Brasil

Decisão do Ministério do Trabalho tornou obrigatório, na contratação de motoristas de ônibus e caminhão, a realização de exame toxicológico.



Um teste aplicado pela primeira vez no Brasil revela que 34% dos caminhoneiros brasileiros se drogam. É o teste da queratina, retirada de um fio de cabelo, e que detecta o uso de drogas até 90 dias antes da coleta. Mais: entre as drogas usadas, a cocaína é a principal, aparecendo em 73% dos testes que deram positivo. A anfetamina – o popular rebite – aparece em apenas 18% desses casos. O Fantástico ouviu caminhoneiros que confessam o uso, encontrou traficantes de beira de estrada e ouviu de especialistas que a infestação de pó nas rodovias é resultado principalmente dos prazos mínimos que o motorista tem para entregar a carga.


Resposta: Fiscalização .............só isso 


sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Jovem é preso com 15 quilos de maconha em ônibus na Dutra

Um homem de 23 anos foi preso com 15 quilos de maconha na noite desta quinta-feira (19) em um ônibus na via Dutra em São José dos Campos (SP). 
De acordo com o Batalhão de Ações Especiais da Polícia (Baep), o flagrante ocorreu durante uma operação com a Polícia Rodoviária Federal. Um ônibus, que seguia para Pindamonhangaba, foi abordado e durante a revista foi encontrado com o suspeito uma mochila com 15 quilos da droga.
O jovem informou à polícia que teria comprado a maconha em São Paulo e pretendia fazer a venda fracionada na região.
O jovem foi preso em flagrante por tráfico de drogas e encaminhado para a delegacia de São José. (fonte G1)
Resposta: Menos 15 quilos de lixo nas ruas ..........

sábado, 14 de novembro de 2015

O que se sabe até agora sobre os atentados em Paris

Uma série de ataques coordenados em diversos pontos em Paris deixou mais de 120 mortos e pelo menos 200 feridos na noite desta sexta-feira.
Ainda há muitos detalhes não esclarecidos sobre os ataques. Confira o que se sabe – e o que ainda não se sabe - até o momento:
O QUE SE SABE
Qual o número de vítimas?
Dentre os diversos pontos atacados nesta sexta-feira, o atentado mais letal ocorreu na casa de show Bataclan, localizada no 11º distrito, na região central de Paris.
Atiradores tomaram o local e abriram fogo contra o público, matando pelo menos 80 pessoas.
Outras pessoas foram mortas em um suposto ataque suicida no Stade de France e em ataques em bares e restaurantes no centro da capital francesa.
Autoridades francesas informaram que oito dos atiradores morreram. Sete deles seriam homens-bomba.
Pelo menos 200 pessoas ficaram feridas - 80 em estado grave.
Onde aconteceram os ataques?
Ao menos cinco locais foram alvo de ataques em Paris.
Casa de show Bataclan, na boulevard Voltaire, no 11º distrito: atiradores fizeram reféns e abriram fogo contra o público que assistia ao show da banda Eagles of Death Metal. Ao menos 80 pessoas foram mortas.Bar Le Carillon e restaurant Le Petit Cambodge, na rua Alibert, no 10º distrito: frequentadores foram mortos por disparos. Segundo informações não encontradas, há 14 mortos. Bar La Belle Equipe, na rua Charonne, também no 11º distrito: atiradores abriram fogo contra os clientes. Dezenove pessoas foram mortas e há outras 13 feridas em estado crítico.Proximidades do Stade de France, bairro de Saint Dennis, no norte de Paris: um ataque supostamente lançado por um suicida ocorreu próximo ao estádio, onde França e Alemanha disputavam uma partida de futebol. Autoridades confirmaram quatro mortos e mais de 50 feridos.Localidade na rua Beaumarchais: 7 feridos, sendo 3 em estado grave.Quais as medidas emergenciais tomadas após os atentados?
Na principal medida, o governo francês declarou estado nacional de emergência e fechou suas fronteiras.
O controle das fronteiras na zona Schengen – acordo que prevê livre circulação entre os países signatários – pode, em teoria, ser alterado em situações emergenciais.
Moradores e turistas foram orientados a não sair às ruas e mais de 1.500 militares estão sendo espalhados pela cidade.
Um promotor de Paris afirmou que cúmplices dos autores dos ataques ainda podem estar à solta, reporta a agência de notícias France Presse.
O QUE NÃO SE SABE
Quem são os autores do ataque?
Ainda não há detalhes sobre os atiradores e, até a madrugada deste sábado, nenhum grupo havia reivindicado a autoria do ataque.
Autoridades em Paris afirmaram que oito autores do ataque estão mortos:
três homens-bomba se explodiram e um quarto atirador foi morto pela polícia no Bataclanoutro homem-bomba se explodiu próximo à casa de shows, na Boulevard Voltairetrês outros teriam sido mortos do lado de fora do Stade de France e um deles detonou um colete suicidaMas os franceses alertaram para o fato de que seus cúmplices ainda podem estar à solta, segundo a agência de notícias France Presse.
Resposta: Só oração ........não tem o que falar 

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

PM que levou filho à prisão diz: 'Não entreguei. Estou tentando resgatar

Vara da Infância e da Juventude decide se menor fica em abrigo.
Adolescente estava com carro e celulares roubados.


O policial militar que levou à polícia o filho de 17 anos que estava com um carro e três celulares roubados em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, disse nesta quinta-feira (12) que espera que o adolescente consiga entender sua atitude. Para o pai, essa era a melhor saída para educar do menor. Ele agora espera que o juiz o deixe voltar para casa.
"Eu sei quem tem pais aí que, de repente, estão me julgando porque eu entreguei o meu próprio filho. Mas eu não entreguei. Eu estou tentando resgatar. Entregar é eu simplesmente saber que ele está envolvido, ficar chorando dentro de casa, mas não tomar nenhuma atitude. Não vai adiantar. Eu não vou abandoná-lo, como eu não abandonei. Eu espero que ele tenha visto que tem pessoas que se importam com ele, independente dele estar certo ou errado", disse o PM.
O sargento disse que sempre deixou claro para seus filhos que jamais aceitaria qualquer tipo de comportamento ilícito da parte deles e não seria pelo falo de ser  um policial militar o pai deles que ele iria compactuar com esse tipo de comportamento. No caso do filho de 17 anos, não pensou duas vezes."É triste saber que ele está desvirtuando tudo o que eu ensinei. Ele é o meu filho mais novo, eu trabalho na área de segurança, e ele e os meus outros filhos cresceram ouvindo de mim que eu jamais iria compactuar ou aceitar que filho meu viesse a se envolver com qualquer tipo de coisa ilícita e que, no conhecimento dos fatos, eu mesmo conduziria à delegacia, e foi o que eu fiz", completou o sargento.
Briga há 1 mês
O menor estava morando com o pai desde que ele se separou da mãe, há 11 anos, mas, há cerca de um mês, segundo o pai, o rapaz teria ido morar com a mãe após uma briga entre os dois.
"Nós tivemos uma discussão há 30 dias na qual ele me desobedeceu. Ele tinha pego um veículo meu e bateu. Eu disse que não ia bater nele, mas disse que ele iria simplesmente da casa para o colégio e do colégio para casa. Ele aceitou, mas eu tinha dito que, se por ventura ele não quisesse seguir o que eu estava falando, ele poderia pegar as coisas dele e ir embora. Aí teve um dia que ele me desobedeceu, eu falei com ele, ele pegou as coisas e foi para a casa da mãe. Eu liguei para a mãe dele pedindo para não aceitar ele porque ele teria que pedir desculpas e voltar, só que ela aceitou que ele ficasse. Ela veio me ligando ao longo desses 30 dias, falando que ele não estava respeitando ela, estava passando noites fora de casa, chegava em casa  de manhã", disse o pai.

Pai desconfiou de furto em casa
De acordo com o PM, a mãe mora em uma área de risco no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, e por isso ele teria preferido cuidar do jovem depois da separação. O pai também afirmou que, assim que o filho saiu para ir para a casa da ex-mulher, ele deu falta de alguns pertences.
"Quando ele saiu da minha casa, ele levou alguns pertences meus. Eu liguei para ele e ele falou que não tinha sido ele. Só que, ontem, a mãe dele desconfiou e me ligou dizendo que tinha localizado os objetos enterrados no quintal da casa dela. Eu fui até lá, peguei os objetos, falei com ele e voltei às minhas atividades normais. Duas horas depois, ela me ligou dizendo que achou a chave de um carro e que ela foi até o portão, apertou a lanterna do veículo que simplesmente foi acionada. Eu pedi para ela me passar a placa e eu vi que o carro era roubado. E eu já tinha falado para ela 'eu vou aí e vou prender ele'", explicou o PM.
A partir da decisão do juiz da Vara da Infância e da Juventude, o menor poderá ser devolvido aos pais ou ser encaminhado para um abrigo. Seja qual for a decisão judicial, o PM afirma que não irá mudar seu comportamento ou modo de educar o filho.
"Eu espero que o juiz relaxe a medida socioeducativa, espero voltar com ele pra casa e que ele tenha os ensinamentos de que o crime não compensa. A vida de ninguém é fácil. Tudo o que a gente consegue é através de trabalho. É isso aí é o que eu sempre tentei mostrar para todos os meus filhos, que nada é de graça. O que vem de graça, tem as suas consequências e, uma delas, que, para mim, saiu branda. Para ele foi a prisão. A minha vida eu vou tentar seguir de uma maneira normal, não vou mudar meus hábitos, até porque na minha casa ele não vai para a rua, as pessoas com quem ele se envolve, eu conheço. Eu suspeitava que ele poderia estar fazendo algo de errado, mas, para mim, era só dentro de casa. Não passou pela minha cabeça que ele poderia estar envolvido com roubos a pedestres", lamentou o pai.

Jovem disse ter sido influenciado
Ainda segundo o sargento, o menor disse que foi influenciado por colegas enquanto frequentava uma lan house.
"Ele me disse na delegacia que se deixou influenciar muito fácil pelas más companhias. Foi o tempo que ele ficou fora de casa, começou a ir em lan house, a lan house lá tinham adolescentes com envolvimento com crimes, furto de veículos, roubo, e ele disse que foi chamado, mas não tinha coragem de ir. Eu perguntei quem eram esses amigos e ele disse que não sabia, que só conhecia de apelido e nem sabia onde moravam", disse o pai.
Resposta: Não entreguei. Estou tentando resgatar , esse é o papel de um pai que quer o melhor para o seu filho ........... 

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Casal de moradores de rua é incendiado

RIO — Um casal de moradores de rua foi incendiado, na noite

desta terça-feira, na Rua Batista das Neves, no Rio Comprido, 
região central do Rio. Amanda Silvestre da Silva, de 26 anos; e
Adailton Farias dos Santos, de aproximadamente 40 anos, 
estavam na calçada quando foram atacados. Eles foram
socorridos pelos bombeiros e levados para o Hospital
municipal Souza Aguiar, no Centro, por volta das 21h.
O estado de saúde dos dois ainda não foi divulgado. 
Também não há informações sobre os autores do crime.
Segundo testemunhas, ocupantes de um carro desceram,
atearam fogo no casal e fugiram em seguida. Os pertences 
das vítimas, como sapatos e cobertores, também foram destruídos
pelas chamas.
Uma perícia foi feita no local durante a madrugada. Agentes da
6ª DP (Cidade Nova), onde a ocorrência foi registrada, vão investigar 
o caso. (Fonte O Globo)

RESPOSTA: Eu pergunto para quer fazer tamanha mostruosidade ..........são seres humanos filhos de Deus  que Deus tenha misericordia .

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

DROGA TIRA VIDA DE GAROTO DE16 ANOS

Adolescente de 16 anos é morto com tiro no rosto em Piquete, SP

Crime ocorreu na noite desta quinta-feira (5) no bairro Vila Esperança.

Um adolescente de 16 anos foi assassinado na noite desta quinta-feira (5) no bairro Vila Esperança em Piquete (SP). O crime aconteceu por volta de 23h e ninguém foi preso até a manhã desta sexta-feira (6).
De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava sentada perto de um campo de futebol com outros dois adolescentes quando foi alvejada com um tiro no rosto feito por um homem encapuzado. A PM informou ainda que parentes da vítima disseram que ele teria envolvimento com o tráfico de drogas.

O homicídio foi o primeiro registrado neste ano na cidade. O último crime desse tipo havia sido em dezembro de 2014, segundo a Secretaria de Segurança Pública. O caso foi registrado na Polícia Civil e deve ser investigado.
RESPOSTA: Que comer capim pela raiz vai lá curtir o barato ............

Para onde vai O SEU O MEU O NOSSO DINHEIRO,para

Empresa recebeu R$ 1,3 milhão do município em 2015.
SP Eventos realizou serviço sem contrato e tinha preços acima do mercado.


A Controladoria Geral do Município investiga indícios de favorecimento na contratação da empresa que realizou a Parada do Orgulho LGBT neste ano de 2015. O evento custou R$ 1,3 milhão aos cofres municipais.
A Prefeitura de São Paulo é responsável pela infraestrutura do evento que inclui colaboradores, montagem de palco, ambulâncias, geradores, cavaletes, banheiros químicos, tendas e postos médicos. Neste ano, o evento ocorreu em 7 de junho.
A empresa SP Eventos foi paga para realizar o evento com dispensa de licitação e sem que um contrato fosse assinado. A negociação ocorreu apenas boca a boca.
"Nós constatamos indícios muito fortes de que a contratação estava direcionada à empresa que ao longo de anos vem realizando o evento", afirmou Roberto Porto, controlador geral do município. Desde 2007, ano em que a Prefeitura passou a contribuir financeiramente para realização da Parada, a SP Eventos só não foi a responsável pela realização do evento em 2014.
A auditoria foi realizada entre agosto e outubro deste ano. As investigações tiveram início após pedido da própria Secretaria de Direitos Humanos.
Apesar de o evento ser organizado sempre na mesma época do ano, houve uma contratação emergencial da SP Eventos após a licitação ser revogada em virtude de um recurso recebido após o pregão presencial.
Entre os indícios de irregularidades estão um e-mail que indicava a empresa vencedora antes da licitação, notas fiscais de empresas subcontratadas anteriores ao processo de licitação e preços acima do mercado.
"Nós temos a abertura do processo licitatório de forma muita tardia que é um indício que já havia uma tranquilidade na realização de um evento por parte de uma empresa que já vinha atuando há muitos anos", afirmou Porto.
Foram contratadas 16 ambulâncias UTI pelo valor de R$ 3.000 a unidade, sendo que a média é R$ 2.000 por uma diária de 12 horas.
O secretário municipal de Direitos Humanos, Eduardo Suplicy, disse que a pasta adotou medidas para que não se repitam irregularidades nas futuras contratações.
Suplicy também garantiu que a realização da Parada Gay de 2016 não foi atingida e que o evento será realizado normalmente.
"Nós estamos muito bem preparados para que no ano que vem novamente ocorra a Parada LGBT e que todos os procedimentos de contratação e de infraestrutura será feito com muito maior precaução e eficiência administrativa. Portanto, nós garantimos a realização da Parada LGBT", afirmou Suplicy.
Investigação
Dois ex- funcionários da Secretaria Municipal de Direitos Humanos são investigados por suposta responsabilidade no caso. São eles: Nádia Raiachi, responsável por realizar os pregões que definiam a escolha das empresas, e Eduardo Carvalho, coordenador de eventos.
Ambos foram exonerados a pedido no mês passado, ou seja, eles mesmo pediram demissão. A reportagem do G1 não localizou os ex funcionários para comentar a investigação. A empresa SP Eventos também não foi localizada.
Com a auditoria concluída, a documentação será encaminhada para a Corregedoria para apuração de responsabilidade funcional e procedimento com base na Lei Anti-corrupção para responsabilizar juridicamente a empresa contratada.
Em seguida, a auditoria será encaminhada ao Ministério Público e Tribunal de Contas do Município.
Os demais contratos da SP Eventos para realização de outros eventos da Secretaria Municipal de Direitos Humanos foram suspensos. (fonte G1)
Resposta: O meu ,o seu ,o nosso dinheiro suado vai para onde ......................Dinheiro, que deveria ir para saúde e educação, sendo destinado à promiscuidade ..............Toma vergolha na cara Suplicy ...agora descobrimos porque a Martha colocou um par de chifres 


DANÇOU ENTREGADOR DE PIZZA SABOR DROGAS

Entregador de pizza é preso suspeito de fazer 'delivery de droga' em Taubaté

Segundo Dise, suspeito aproveitava expediente para entregar drogas.
Polícia achou meio quilo de droga na pizzaria em que ele trabalhava.

Um entregador de pizza, suspeito de traficar drogas durante o expediente na pizzaria em que trabalha em Taubaté (SP), foi preso na tarde desta quinta-feira (5) por policiais da Delegacia de Investigações Gerais Sobre Entorpecentes (Dise).
De acordo com a Dise, o suspeito passou a ser investigado após os policiais receberem denúncias anônimas contra ele. Durante as investigações, a Polícia Civil descobriu que ele aproveitava as saídas para entregas de pizza para vender drogas.
Nesta quinta-feira, os policiais foram até a casa do suspeito, no bairro Três Marias, e fizeram o flagrante. Ao ser revistado, os policiais encontraram 30 gramas de maconha no console do carro do suspeito.
Questionado se havia mais drogas na residência, o homem disse que só tinha uma arma no guarda-roupas. Os policiais aprenderam a arma e 76 munições.
Como as investigações apontavam que a droga ficava guardada na pizzaria em que o suspeito trabalha, os policiais foram até o local no bairro Alto do São Pedro e encontraram meio quilo de maconha fracionada e 45 poções prontas para serem comercializadas. Também foram apreendidos R$ 394 que estavam com as drogas.
O suspeito foi preso em flagrante e será encaminhado para o centro de detenção provisória (CDP) de Taubaté. Ele responderá por porte ilegal de arma e tráfico de drogas. (fonte G1)
Resposta: Dançou legal , menos pizza podre nas ruas .......

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Homossexuais ou MONSTROS

Jovem de 21 anos foi morta com requintes de crueldade, diz polícia

Segundo legista, corpo foi encontrado amarrado e adesivado em ribanceira.
Namorado da jovem foi preso em Extrema (MG) após depoimento de suspeito.


ocorrido com requintes de crueldade. Segundo a médica legista que atendeu o caso, o corpo da jovem apresentava diversos sinais de violência.
A polícia ainda investiga o envolvimento do namorado de Larissa no crime. Ele teve a prisão temporária decretada após depoimento do comerciante à polícia, que o apontou como mandate do assassinato. Segundo o delegado Valdemar Lídio Gomes Pinto, que investiga o caso, uma testemunha teria provado que os dois têm um relacionamento amoroso.
Um terceiro suspeito de participação no crime também foi preso no final da tarde desta quarta-feira (4). O casal que teria executado a jovem ainda está foragido.
"Ela estava com o corpo amarrado. Os punhos estavam amarrados aos tornozelos com fios elétricos. Pelos sinais, tudo indica que ela foi amarrada em vida. A cabeça foi toda envolta com uma fita adesiva e o corpo foi encontrado dentro de uma sacola de transporte", disse a legista Tatiana Telles Koeler de Matos.
Fraturas
"Ela apresentava várias manchas roxas pelo corpo, tinha fraturas na mandíbula em dois locais e também fratura no osso do pescoço, o que sinaliza que pode ter havido um estrangulamento", afirmou a legista.
O corpo de Larissa foi encontrado na Serra do Lopo, ponto turístico da cidade, após ser jogado de uma ribanceira de cerca de 30 metros.
Um caseiro de um sítio próximo ao local sentiu o mau cheiro e encontrou o corpo já em avançado estado de decomposição. Ainda segundo a médica legista, o estado em que o corpo foi encontrado dificultou a avaliação técnica e não permitem precisar como ela foi morta.
"Como a cabeça estava envolta em fita adesiva, eu não tinha elementos técnicos para dizer se a morte se deu pela asfixia por obstrução das vias áreas pela fita adesiva ou se ela morreu pelo estrangulamento", afirmou Tatiana Koeler.
Envolvimento do namorado
O delegado Valdemar Pinto disse em coletiva de imprensa nesta tarde que o comerciante também teria dito que foi o namorado quem deu o dinheiro para que um casal fosse contratado em São Paulo (SP) para a execução do crime.
"Segundo o que está preso [o comerciante], ele [o namorado] tem envolvimento no fato sim. Ele teria dado a ideia do sequestro e da morte. São declarações do [comerciante]. Agora nós vamos tomar as declarações [do namorado] e procurar outros meios de prova para certificar dessa realidade ou não", disse o delegado.
"Segundo ele [o comerciante], foi o namorado quem deu o dinheiro para o pagamento ao casal. Ele [o namorado] não queria que se tornasse pública a condição de homossexual dele", afirmou.
Conforme a polícia, o casal que executou o crime teria sido contratado em São Paulo por um garoto de programa, a pedido do comerciante que está preso.
"No dia, [o comerciante] entrou em contato com o garoto de programa e marcou na praça. Esse rapaz veio com uma mulher que ele [o comerciante] não sabe o nome e foi direto para o pátio da rodoviária. Eles já sabiam a rotina da Larissa", diz o delegado.
"Depois que ela chegou, eles já a abordaram e seguiram em direção à casa [do comerciante]. Ela foi morta na casa dele. Depois, eles enrolaram o corpo e desovaram", afirmou Valdemar Pinto. Segundo a Polícia Civil, o namorado de Larissa já está preso temporariamente. Ele foi levado para o Presídio de Pouso Alegre (MG).
Pais não acreditam em participação
Os pais de Larissa não acreditam que o namorado da menina esteja envolvido de alguma forma no crime. "Neste momento, pra mim [o namorado] não tem participação. Até que se prove o contrário, ele é inocente", afirmou o pai de Larissa, Luís Carlos Gonçalves de Souza.
"O delegado disse que pediu a prisão preventiva dele, mas não sabemos o por quê. Seria uma decepção total, porque ele participava diretamente com a minha família, mas eu não acredito nisso, eu não acredito", disse.
A mãe de Larissa também não acredita nesta versão e disse que saberia se a filha tivesse descoberto que o namorado tinha uma relação homossexual.
"Isso não, porque ela teria me falado, ela era muito confidente comigo", disse a mãe Maria Nicéia de Oliveira Souza.
Morte encomendada
Segundo a Polícia Civil, a morte da jovem teria sido encomendada por um comerciante da cidade, de 35 anos. Ele teria pago R$ 1 mil para que a jovem fosse morta pelo casal que a abordou e a sequestrou na rodoviária da cidade.
Segundo o delegado Valdemar Lídio Gomes Pinto, o motivo teria sido passional. A polícia agora investiga o possível envolvimento do namorado de Larissa como mentor do crime.
O delegado afirmou ainda que o caso foi resolvido após o aparecimento da testemunha que ajudou a chegar até o corpo na Serra do Lopo.
A jovem foi reconhecida pelos acessórios que utilizava. Logo em seguida, o comerciante, suspeito de ser o mandante do crime, foi preso. Ele confessou o envolvimento no crime.
A polícia também afirmou que o assassinato foi cometido devido ao ciúmes que o comerciante sentia do namorado de Larissa, que era modelo da loja dele. Conforme o delegado, uma testemunha teria provado à polícia que os dois teriam um relacionamento. O comerciante também está preso no Presídio de Pouso Alegre (MG).
Revolta dos moradores
Após o anúncio de que o corpo foi encontrado e o suspeito foi preso, moradores de Extrema, revoltados, depredaram a loja de roupas do suspeito.
A Polícia Militar chegou a isolar a área, mas o grupo de cerca de 500 pessoas passou pelo bloqueio e ateou fogo ao local, que ficou destruído.
A morte da universitária também causou revolta nas redes sociais, onde amigos de Larissa e da família deixaram depoimentos, alguns usando os marcadores #lutopelalarissa, #lutolarissa e #patrulheirosdobem.

Resposta: Monstros a população está revoltada .................. quer ser viado assume .......... 


terça-feira, 3 de novembro de 2015

Bebida e Direção....NÃO

Jovem que atropelou motociclista bateu Porsche em janeiro, diz polícia

Felipe Farah fugiu após acidente e não havia se apresentado até segunda.
Garrafas de vodca foram achadas no carro; vítima teve escoriações leves.


O motorista de 25 anos que fugiu após atropelar um motociclista neste domingo (1º) no Lago Sul, no Distrito Federal, é o mesmo que bateu um Porsche Boxter em uma árvore na QI 9 da região administrativa em janeiro deste ano, informou a Polícia Civil. Ainda de acordo com a corporação, Felipe Lutfallah Farah não havia se apresentado na delegacia até o início da tarde desta segunda (2).
G1 tentou contato com Farah por telefone e por redes sociais, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem. Segundo a Polícia Civil, Farah tem registros por envolvimento em brigas em boates em 2008, 2009 e 2012 como autor e vítima. Também em 2009, ele assinou termo circunstanciado por ameaça e lesão corporal.
Neste domingo (1º), Farah conduzia uma Land Rover. O veículo atravessou o canteiro central, invadiu a contramão, subiu a calçada e bateu na cerca viva de uma casa às margens da pista principal do Lago Sul. Duas garrafas de vodca foram encontradas dentro do automóvel abandonado.
Após o acidente, policiais foram até a casa do jovem, mas não o encontraram. A vítima, de 29 anos, sofreu escoriações leves e foi encaminhada ao Hospital de Base. O carro está apreendido na 10ª DP, responsável pelo caso.
Uma testemunha disse à polícia que o motorista trafegava no sentido Paranoá quando invadiu a contramão e colidiu com a motocicleta, que trafegava normalmente na via de rolamento, sentido Aeroporto JK. De acordo com ele, os ocupantes do veículo entraram em um táxi e deixaram o local.
A Polícia Civil afirmou que Farah deve ser intimado a prestar esclarecimentos na delegacia nesta terça-feira (3). Caso ele não compareça, o chefe da 10ª DP pode decidir por solicitar um mandado de prisão à Justiça. O jovem deve responder em liberdade por lesão corporal e evasão do local de acidente de trânsito.
Acidente anterior
Em 31 de janeiro, o jovem perdeu o controle do Porsche e só conseguiu parar quando bateu na árvore. O carro, que custa a partir de R$ 350 mil, ficou com a frente destruída.
Segundo a PM, o veículo havia sido comprado três dias antes da batida e pertencia ao pai do motorista. O seguro havia sido feito no dia anterior.

RESPOSTA: Papai bom......... ensinou ao filho a ser covarde e gagão faz as merdas e se manda ...................(olha a companhia do Mané no banco do Carona )


domingo, 1 de novembro de 2015

Jovens cristãos são generosos e ofertam regularmente para obras sociais

A generosidade na área financeira é uma das características que definem os jovens cristãos entre 18 e 37 anos, de acordo com o relatório de uma recente pesquisa.
A Aliança Evangélica do Reino Unido descobriu em seu levantamento que a disposição em doar dos jovens cristãos nessa faixa etária é significativa, com aproximadamente metade do universo pesquisado sendo dizimistas fiéis.
O levantamento descobriu ainda que as doações, seja para o dízimo, seja para obras sociais, não se resumem aos 10% da doutrina mais comum em relação à contribuição. Muitos se abrem para as ofertas espontâneas e não estipuladas.
Se os dados obtidos forem separados por etnias, os jovens cristãos negros surgem como um grupo ainda mais generoso: 60% deles são doadores fiéis de dízimos e ofertas. Já em relação aos caucasianos, a média cai para 40%.
Essa geração de jovens cristãos reflete ainda uma característica adotada pelas igrejas pentecostais, com maior dedicação à oração do que à leitura da Bíblia Sagrada. A pesquisa revelou que 63% dos entrevistados oram diariamente, enquanto apenas 25% se dedica à leitura diária da Bíblia.
“Nossa pesquisa mostra que nem todos os jovens estão deixando a igreja em massa. Eles são apaixonados pela oração e compartilham sua fé. No entanto, ainda há trabalho a ser feito”, disse Steve Clifford, diretor da Aliança Evangélica do Reino Unido.
A jornada de fé de 49% dos entrevistados é baseada no ensino recebido nas igrejas que frequentam, enquanto os demais se orientam pelo que aprendem em podcasts, blogs, vídeo e
redes sociais.
Porém, mesmo com essa revelação sobre a maioria dos jovens construindo sua base espiritual a partir de fontes múltiplas de ensinos, a pesquisa descobriu que 89% frequentam a igreja semanalmente, enquanto 10% vão aos cultos mensalmente, e 1% com uma frequência ainda menor.
RESPOSTA: Aqui no Brasil os jovens mesmo sem condições financeiras ,ajudam de alguma maneira participando das campanhas pedindo doações enfim fazendo e dando o SEU MELHOR