PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Mãe é acusada de matar os filhos em ritual de magia negra em Maceió


Duas crianças foram mortas durante um suposto ritual de magia negra na madrugada nesta terça-feira (28), no bairro do Tabuleiro do Martins, periferia de Maceió (AL). Segundo a Polícia Civil, elas foram assassinadas pela própria mãe, a dona de casa Arlene Regis dos Santos, 35. O terceiro filho da mulher, de 15 anos, conseguiu fugir para casa de vizinhos antes de ser atacado.
Segundo a polícia, os menores foram encontrados mortos de mãos dadas. Abelardo Pedro Nobre, 11, e Anthony Pedro Santos, 7, foram mortos a facadas e um deles tinha sinal de estrangulamento. Arlene foi presa em flagrante e levada para a Deplan (Delegacia de Plantão) 2, onde contou à polícia que "não se lembra de ter cometido os assassinatos porque estava possuída por uma entidade".

De acordo com os policiais, na casa onde ocorreu o crime foram encontradas fotos das crianças, comida espalhada pela casa e velas acesas junto a imagens de personagens do candomblé. Segundo o delegado Antônio Carlos Lessa, o cenário era "macabro". "Estamos investigando se o caso se trata de um ritual de magia negra, mas já temos informações sobre o comportamento dela", explicou.

Em depoimento, Arlene confirmou que há dez anos frequentava um terreiro de macumba, mas estava se convertendo à Igreja Universal do Reino de Deus.

Lessa informou ainda que teve de pedir apoio à equipe médica para aplicar uma medicação para a acusada se acalmar. Ao chegar na casa, os policiais afirmam que ela disse, em tom de voz grave: "está vendo o que eu fiz com os filhos dela?".

O delegado ainda afirmou que Arlene dos Santos chegou à delegacia muito agitada e aparentava estar possuída por um espírito. "Ela alterou o tom da voz e estava revirando os olhos. Foram quatro pessoas e o Samu para conter a fúria dela", relatou o delegado, que deve indiciar Arlene por duplo assassinato e tentativa de homicídio.

Segundo relatos dos vizinhos, que acionaram a polícia, Arlene estava se separando do marido e as brigas eram ocasionadas por motivos religiosos. Os vizinhos contaram aos policiais que o casal havia discutido durante a noite. Segundo o marido, Abelardo Pedro, a esposa insistia em rituais religiosos estranhos e costumava apresentar um comportamento agressivo e destruidor quando incorporava entidades.

RESPOSTA: E muito triste ......... 1Jo.3.8 Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo. 1Pe 4.8 Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;


segunda-feira, 28 de setembro de 2009

MOÇÃO DE APLAUSO PARA BIG BAND JAZZ COM CRISTO

A Câmara Municipal de Lorena em meu nome e do maestro Renato Felix o grande responsável pelo grupo e dos músicos queremos agradecer a Moção , que serve de estimulo para continuarmos a levar uma boa musica a comunidade e também à palavra do Senhor Jesus , obrigado a todos que apóiam o PROJETO BIG BAND JAZZ COM CRISTO NOS BAIRROS.

















MISSÃO POSSIVEL -10 ANOS















































































Parabéns a turma toda do Colegio Adventista de Lorena pelo 10 anos de edição do MISSÃO POSSIVEL que tem como objetivo prestação de serviços e orientação gratuitos a comunidade de Lorena. Parabéns Prof. Paulo pela sua dedicação e a todos que participaram deste evento de cidadania .


quinta-feira, 24 de setembro de 2009

MISSIONARIO 171

Pastor desmascara charlatão em Barrolândia.
O pastor Ademar Marques da Igreja Assembléia de Deus de Barrolândia, desmascarou charlatão que se passava por Missionário Evangélico e que tinha o "dom de cura". O indivíduo que se apresentou como João Vieira "ex-mudo", de Diadema-SP, ao realizar pregação no templo da Igreja assembléia de Deus de Barrolândia, na noite de ontem domingo 11 de junho, disse ter extraído um tumor de uma fiel, através de "milagre de cura divina", mas tudo não passou de charlatanismo, pois o suposto tumor não passava de um pedaço de carne bovina, que o mesmo retirou do bolso amarrado num pedaço de linha. O pastor Ademar Marques e os obreiros após a constatação pediram ao impostor que se retirasse do templo e respeitasse a fé das pessoas.

Resposta: Esse e dos meus pisou na bola chute na TRAZEIRA, e o pior e que tem CRENTE ???!!! que gosta deste tipo de culto fogo puro o bençãoooooooooooooo poderrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!
MISERICREDO ! Vão se CONVERTER !

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Ex-stripper conta que teve caso e filha com padre nos Estados Unidos


Beatrice Hernandez acusa ainda o padre David Dueppen de violência.
Igreja diz que vai esperar definição da justiça
Uma ex-stripper americana falou à imprensa nesta terça-feira (22) para pedir “ajuda” contra o padre católico com quem teve um caso e uma filha, segundo o canal de televisão CBS. Beatrice Hernandez acusa o padre David Dueppen de violência e de não assumir suas responsabilidades perante a criança.
Beatrice diz que foi “seduzida” pelo padre e que o relacionamento começou em 2003, depois que eles se conheceram no clube de striptease em que ela trabalhava. “Ele se expressa tão bem, ele consegue envolver você tão bem (…). Eu nunca encontrei ninguém capaz de falar com você e envolver você tão bem quanto David”, contou a americana.
Beatrice e Dueppen, segundo ela, teriam namorado e até morado juntos enquanto ele permanecia padre. O relacionamento teria sido interrompido em 2005, de acordo com Beatrice, por que Dueppen “insistia” para que eles fossem a clubes de swing para que ela fizesse sexo com outras mulheres. “Ele dizia: ‘a única maneira dos espíritos deixarem você é se você se envolver com mulheres’”, afirma.Após o término, a ex-stripper contou à igreja onde Dueppen servia sobre o caso, dizendo que sua fé religiosa teria sido explorada pelo padre. No ano seguinte, segundo ela, a igreja teria pago US$ 100 mil para que ela não falasse mais sobre o assunto e Dueppen foi transferido para outra paróquia.Segundo a CBS, a igreja confirmou ter pago uma quantia não-especificada por causa de um “caso inapropriado” entre os dois. A arquidiocese defendeu, em nota, a maneira com que lidou com o caso. Dueppen teria recebido uma licença de 13 meses onde “recebeu assistência profissional e espiritual, incluindo a sua obrigação de viver fielmente a vida celibatária e todos os outros aspectos de uma vida moral”. De acordo com a igreja, Dueppen só foi enviado a outra paróquia depois que um relatório profissional favorável e o próprio padre disseram que ele era capaz e disposto a viver no celibato.Segundo Beatrice, no entanto, o casal retomou o relacionamento em 2008 e ela acabou grávida de uma menina que nasceu em janeiro deste ano.Depois do nascimento, ela afirma que o padre ficou violento. Segundo a ex-stripper, em uma discussão sobre a paternidade da criança e pensão alimentícia, Dueppen teria a “agarrado pelo pescoço”.Com medo, ela diz ter pedido ajuda à igreja, mas ninguém teria retornado suas ligações. Ela tentou falar com o bispo, mas só conseguiu a secretária.


Resposta: E o negocio ta feio não da nem para reclamar mais com o BISPO , e turma vamos tirar uma oferta para a moça e pedir para o Bispo da Universal lá nos Estados Unidos mandar uma cesta básica (modelo americano) para a jovem senhora , e por favor senhores pastores esse negocio de dizer que A ÚNICA MANEIRA DOS ESPIRITOS DEIXAREM VOCÊ E SE ENVOLVENDO COM VARIAS MULHERES, e furada isto e historia para padre dormir , e se Cardeal quem já liberou 100 mil DOLARES , para a ex-stripper ficar de bico calado , pode dar mais um pouquinho, agora convenhamos está senhora gasta bem...........misericredo !!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Polícia apreende escopeta na ASSEMBLÉIA DE DEUS na zona norte do Rio


Policiais da Drae (da Delegacia de Repressão a Armas e Explosivos) apreenderam nesta terça-feira uma escopeta calibre 12 no forro do telhado de um templo da Assembleia de Deus, na favela Praia da Rosa, na Ilha do Governador, próximo ao morro do Dendê, zona norte do Rio. Os agentes afirmaram que a arma estava enrolada em um saco plástico e os administradores do templo não tinham conhecimento sobre o esconderijo.

Durante a apreensão, ninguém foi preso. A polícia informou que investiga como os traficantes de drogas usavam o local para o depósito da arma.

RESPOSTA: Foi o Capeta que escondeu será ! Fala serio sem comentários com comentários eu dava uma dura no obreiro parente do gerente da boca ?

Novela "Paraíso" faz crítica a cultos na TV


Em meio a troca de farpas envolvendo a Igreja Universal e a TV Globo, a novela "Paraíso", no último sábado, fez uma severa crítica aos cultos religiosos exibidos na TV. Em uma cena, a beata Mariana, vivida por Cássia Kiss, disse a padre Bento (Carlos Vereza) que ele deveria imitar esses telecultos e ser mais duro com os fiéis na hora da pregação. Assim, conseguiria arrecadar mais dinheiro para a paróquia. Responsável pela adaptação da novela de seu pai, Benedito Ruy Barbosa, Edmara Barbosa afirmou à coluna que não teve a intenção de falar mal dos cultos evangélicos. "Mas fé não combina com comércio. As pessoas precisam ter bom senso", declarou.

Resposta: Oiiiiiii Edmara Barbosa A paz e a alegria do Senhor , que bom que você está assistindo aos TELECULTOS EVANGÉLICOS , E NÃO AS MISSAS AS NOVENAS AOS ROSARIO DAS TVS CATOLICAS , PORQUE VOCÊ NÃO MANDOU O PADRE BENTO ASSISTIR A TV APARECIDA COM A CAMPANHA DOS DEVOTOS OU A TV CANÇÃO NOVA COM SEUS PEDIDOS DE ASSOCIADOS TALVEZ O PADRE BENTO VAI CONSEGUIR ARRECADAR MAIS DINHEIRO PARA A PARÓQUIA DO PROJAC , ASSISTINDO AOS SEUS COLEGAS DE PROFISSÃO .

domingo, 20 de setembro de 2009

“Aprendi a extorquir o povo diz Pastor”


A vasectomia
“Logo depois que eu casei, o bispo Macedo me obrigou a fazer vasectomia. Ele justificava dizendo que um filho traria despesas e dificuldades para que eu fizesse a obra de Deus, já que com filho era mais difícil mudar de país. Ele dizia que a saída era, quando eu me tornasse um bispo, adotar, seguir o exemplo dele, dos genros dele, Renato Cardoso e Júlio Freitas. Os três primeiros médicos que procurei se recusaram a me operar. Eu tinha 21 anos e nenhum filho. O quarto topou, mas me disse que não recomendava. Fiz uma vasectomia irreversível. Enquanto eu estava nos Estados Unidos, dos 26 pastores que trabalhavam em Nova York, outros sete também fizeram. Se você não faz a vasectomia, perde a chance de crescer e chegar a bispo, vai ser só mais um pastor que fica 15 anos na mesma igreja e não sai do lugar.” Na casa do bispo
“Quando cheguei a Nova York com a Jacira, Edir Macedo e a mulher dele, a Ester, quiseram que ela fosse morar com eles. Eu era casado com ela. Daí eles me disseram: ‘Faz o seguinte. Pega um quarto aí e mora aqui com a gente’. Passei a morar no dúplex do Edir Macedo. Na casa dele, ouvi as conversas da cúpula da igreja. Era comum diálogos em que o bispo Macedo dizia: ‘Romualdo, como é que foi a campanha da Fogueira Santa aí no Brasil?’. E o bispo Romualdo Panceiro (outro dos auxiliares de confiança do bispo Macedo) dizia: ‘Olha, bispo, não foi muito boa não, deu só R$ 18 milhões’. Dinheiro na casa de Edir Macedo não era problema. Dirigia os carros dele, umas Mercedes antigas e superluxuosas. No dia a dia, ele não é religioso. A mulher de Edir Macedo, a Ester, tinha dentro de casa uma clínica de estética, com aparelhos de última geração. Quanto se gastava na casa do bispo Macedo era uma coisa que nem se fazia um cálculo, porque não precisava. Os outros bispos também viviam muito bem. Como os pastores, eles também tinham um contracheque bem baixo, mas era só fachada, para mostrar em caso de investigação. Mas o salário que vinha por fora era muito maior. Eu já presenciei durante a contagem da oferta os bispos dividirem o dinheiro entre si, esse ou aquele bispo tirar US$ 10 mil de uma oferta de US$ 50 mil. Eu também ganhava coisa por fora. Quando trabalhei com alguns bispos e a oferta era muito boa, o próprio bispo dizia para eu pegar um dinheiro para mim. Quando saí da igreja, eu tinha uns US$ 15 mil na conta que eu tinha tirado das doações dos fiéis.” Os negócios da Record
“Eu posso dizer que a Record e a Universal são uma coisa só. Era comum eu ouvir o bispo Macedo falando em casa com o presidente da Record, Honorilton Gonçalves, pelo radinho: ‘Ô, Gonçalves, você fez aquele depósito, contratou tal artista, tal jornalista?’. Para pagar funcionários, despesas de programas televisivos, o Edir Macedo pedia para o Romualdo Panceiro tirar o dinheiro da conta da igreja para passar para a conta da Record. De tempos em tempos, o Gonçalves e o Romualdo diziam: ‘Edir, o negócio aqui está complicado, o cerco está bem apertado. A investigação está andando aqui, eles estão fiscalizando’. O Edir dizia: ‘Vocês têm de fazer alguma coisa, tira o dinheiro da conta da igreja e faz a contratação em dinheiro vivo’. Sempre em dinheiro vivo. Eu me lembro de quando foi montado o estúdio da Record em Nova York, em 2003. O bispo Macedo diz que foi gasto US$ 1 milhão. Ele fez uma reunião com os pastores da igreja e disse: ‘Precisamos levantar US$ 1 milhão. Vamos fazer uma campanha, e todas as igrejas precisam atingir uma meta’. Daí, ele já dividiu ali quanto cada uma teria de obter. Era a campanha das Muralhas de Jericó. Conseguimos mais de US$ 1 milhão, e foi com esse dinheiro que comprou os equipamentos para a TV.” As contas no exterior
“Todo domingo à noite eu e alguns outros pastores éramos responsáveis por abrir os envelopes de dízimo e oferta e contar o dinheiro arrecadado pelas 26 igrejas de Nova York. Cada pastor guardava no cofre de sua igreja a oferta da segunda-feira até a última reunião do domingo. Daí levava tudo até a sede, no Brooklyn, para a contagem. Na segunda-feira de manhã, nós íamos ao banco fazer o depósito desse valor. O banco era o Chase Manhattan Bank. A matriz ficava a 300 metros da igreja. A quantia variava. Quando tinha uma campanha da Fogueira Santa de Israel, eu depositava tranquilamente US$ 1 milhão nesse banco por semana. Os depósitos eram feitos em duas contas. Uma no nome da Igreja Universal e a outra no nome de Forrest Higginbotham, um pastor americano que todo mundo conhecia como Forrest Hills. Ele pertencia a outra igreja, mas era uma pessoa de confiança do Edir Macedo. Foi o Forrest Hills quem ajudou a Universal a entrar nos Estados Unidos.”
A derrocada
“Uns quatro meses depois de fazer a vasectomia, comecei a ter problemas com a cirurgia. Descobri que o médico que me operou acabou cortando uma veia que não deveria ter sido cortada. Tive uma espécie de trombose nos testículos. Tive de usar um dreno e fui afastado pelo médico da pregação, mas o bispo Macedo me mandava trabalhar mesmo assim, usar a fé para me curar. Tive de fazer mais três cirurgias. O bispo Macedo dizia que eu devia estar endiabrado, que eu estava recebendo salário da igreja para não fazer nada. A pressão para que eu voltasse a trabalhar era tanta que tive de mostrar ao bispo Macedo todos os papéis, exames, porque ele não acreditava que eu realmente estava doente. Quando ele viu os laudos médicos, notou que tinha havido um erro. Foi logo me dizendo que um processo daria uma indenização milionária.”
“Procurei um advogado, que me disse que era uma causa ganha e que o processo duraria um ano e meio e deveria render por volta de US$ 500 mil. Quando o Edir soube que eu procurei outro advogado e não o da igreja, ele ficou bravo. Disse que eu tinha de procurar o advogado da Universal para abrir o processo e que deveria passar uma procuração para ele, porque o dinheiro que viesse deveria ser dado para a igreja, para a obra de Deus. Eu me recusei, disse que precisaria do dinheiro, que teria de me tratar. E aí começou uma pressão, e eu resolvi desistir do processo e fazer um acordo de US$ 65 mil com o médico. No mesmo dia em que assinei o acordo, o dinheiro já estava na minha conta. Quando contei ao bispo Macedo, ele começou a gritar comigo, dizer que eu era maluco, perguntou onde estava o dinheiro. Eu disse que estava na minha conta. Ele me mandou ir ao banco na mesma hora, sacar o dinheiro e depositar na conta da igreja. Eu me recusei. E aí ele me disse que eu estava fora: ‘A partir de hoje, você não é mais pastor da Igreja Universal. Você vai embora para o Brasil e não procure mais a igreja’. Isso foi em julho de 2004. E eu, doente, com quatro cirurgias feitas, fui mandado embora sem receber um dólar da igreja, depois de cinco anos de trabalho na igreja. Nunca tive férias, não tinha dia de folga certo. Eu me senti usado.”
“Voltei para o Brasil, me separei da Jacira um ano depois. Eu sofri por ter entrado na igreja muito jovem, abandonei a família, não terminei os estudos. Eu não tinha amigos que não fossem pastores ou bispos, não sabia o que era lutar por um emprego, não sabia quanto era um aluguel. Perdi tudo. Eu sempre me lembro da frase que o bispo Macedo costumava me falar: ‘Se você sair da igreja um dia, todos esses demônios que você expulsou nestes anos vão voltar para sua vida.
“Fizemos uma campanha com os fiéis para arrecadar US$ 1 milhão. Com o dinheiro, a Record montou o estúdio em Manhattan”
GUSTAVO ROCHA, ex-pastor da Universal

Resposta: O EX- PASTOR FEZ CURSO NO SENAI / SENAC DE LAVANDERIA E AGORA TA LAVANDO A ROUPA SUJA .....E O PIOR NÃO VAI TER FILHOS PARA CONTAR AS SUAS HISTORIAS ............LAMENTAVEL............. E O FIM DOS TEMPOS ................. EU ACHO QUE LUTERO DEVERIA RESSUSCITAR PARA COLOCAR ORDEM NA CASA OU MELHOR NAS IGREJAS ???

50 mil caminham contra intolerância religiosa no RJ



Mais de 50 mil pessoas são esperadas hoje na II CAMINHADA EM DEFESA DA LIBERDADE RELIGIOSA EU TENHO FÉ ! No Rio de Janeiro. O cortejo sai às 10h, do Posto 6, em Copacabana, rumo ao Leme.
Esta é a segunda edição do evento, que tenta alertar para a escalada da intolerância religiosa no Rio de Janeiro. Atualmente, um pastor e um fiel de uma igreja evangélica encontram-se presos por ataques a terreiros de religiões de matriz africana.
Organizada pela CCIR a Caminhada conta com o apoio de diversas entidades e a presença de membros dos mais diferentes credos.
Entre outros, já confirmaram presença Sérgio Niskier, presidente da Federação Israelita do Rio de Janeiro; Athaylon Belo (Frei Tatá), da Pastoral do Negrosato; Abdullahi Sanin Aleiso, líder da Irmandade dos Crioulos Africanos Muçulmanos Malês;
Dos Estados Unidos e especialmente para o evento, vem ao Rio o pastor Jeremiah Wright (aquele que casou Obama e batizou suas filhas). Da Nigéria, vem o Arabá de Ilê Ifé - o mais alto sacerdote da tradição yorubá.
São esperadas delegações estrangeiras, vindas de Nigéria, Angola, Congo, Argentina, Uruguai e Paraguai, além de caravanas originadas de 23 estados do Brasil, o que significa cerca de 150 ônibus vindos de fora do Rio de Janeiro.
A expectativa de público para a Caminhada oscila bastante: os números variam entre 50 e 100 mil participantes. Certo mesmo é que será bem maior do que a primeira, em 2008, cujo público estimado variou entre 10 e 30 mil manifestantes.
A Caminhada conta ainda com a participação dos grupos de música afro Olodum e Ilê Ayiê, que vão de Salvador para o Rio com recursos próprios. Um CD gravado com canções religiosas confirma a diversidade do evento: nele religiosos cantam o hit evangélico “Faz um milagre em mim” traduzido para o yorubá.
Em declaração Neguinho da Beija-Flor - presença confirmadíssima na Caminhada - sintetiza o espírito da manifestação: “Peço a quem puder ir, de qualquer raça ou credo, que vá. Não podemos deixar que o Rio se transforme no Oriente Médio”.


RESPOSTA: O próprio Deus deu o direito de escolha vou só criticar a minha banda tem meia dúzia de ditos pastores, bispos, apóstolos que para acender a sua luz tentam apagar a dos outros, mais vocês podem estar certos de que aqueles que mais combatem as outras religiões e seitas são os mais pecadores e no dia do juízo final o Senhor dirá em alto e bom tom afaste de mim eu não os conheço mais Senhor eu preguei a sua palavra expulsei denomino e fiz curas, mais diz o Senhor na frente das câmeras da televisão e cobrando o que era para ser dado de graça!

2 ENSAIO ABERTO JAZZ COM CRISTO NA VILA DOS COMERCIARIOS 1






















terça-feira, 15 de setembro de 2009

PM vai se explicar às mulheres


Comandante do 9º BPM disse a site que corporação ‘não é para elas’
Rio - Dezenas de mulheres de todos as patentes da Polícia Militar vão se reunir esta semana no Quartel-General da corporação, no Centro, para ouvir explicações do comandante do 9º BPM (Rocha Miranda), coronel Edivaldo Camelo da Costa. Uma declaração dele publicada em julho no blog universitário ‘Jiló Press’ provocou polêmica entre a tropa feminina. De acordo com o site, o oficial disse, em um dos trechos da entrevista, que “a Polícia Militar não é um serviço adequado para as mulheres.”

Na entrevista — que aborda vários assuntos com o então recém-empossado comandante do 9º BPM —, Camelo diz que não vê problema em as unidades serem chefiadas por mulheres, mas que, em alguns batalhões, o comandante tem que entrar na favela e enfrentar os mesmos desafios da tropa. “Se a Polícia Militar fosse uma empresa privada, você contrataria uma mulher? Porque se fosse, você visaria ao lucro, ao trabalho. Então, a mulher não poderia fazer algumas coisas, como entrar na favela, trabalhar em radiopatrulha. Entendo a modernidade, mas a mulher não consegue fazer a mesma coisa que o homem faz. Adoro e sou dependente delas, mas a Polícia Militar não é um serviço adequado para as mulheres”, teria afirmado o comandante.
MULHER À FRENTE DE INCURSÃO

Fuzil na mão e à frente do contingente de 100 homens que subiram o Morro da Mangueira na semana passada, a comandante do 4º BPM (São Cristóvão), tenente-coronel Solange Helena do Nascimento Vieira, mostrou a que veio. Para ela, o fato de ser mulher não muda a essência do policial.

“Quando ingressamos na corporação, sabemos que nosso trabalho é a atividade operacional, o combate à criminalidade. Cada um tem a sua opinião, mas mostramos que estamos aqui para fazer um bom trabalho”, disse a oficial

Opinião semelhante tem a comandante do 13º BPM (Praça Tiradentes), tenente-coronel Edite Bonfadini. “Se o comando-geral acredita no nosso trabalho, quem pode julgar? Não estaria na PM há 27 anos se meu lugar não fosse aqui”, ressalta ela.

O comandante-geral da PM, coronel Mário Sérgio Duarte, disse ontem que a ideia de reunir as policiais foi do próprio Camelo. “Ele solicitou essa reunião, em que vai deixar claro para elas que tudo não passou de um mal entendido”, disse Mário Sérgio, assumidamente a favor das mulheres no poder.

‘Tenho que pedir desculpas’

O coronel Camelo explicou ontem que a declaração foi uma grande confusão. “Fiquei chateado. Já pedi desculpas a várias colegas por esse mal-entendido”, disse o oficial.

“Bati um papo informal com os estudantes, que me pediram ajuda para um trabalho de faculdade. Nunca pensei que seria publicado, que viraria reportagem. Tenho que pedir desculpas por externar opiniões que jamais deveriam ser ditas à imprensa. Se fosse contra o trabalho delas, não teria mulheres na minha equipe”, acrescentou o comandante do 9º BPM.


RESPOSTA: Não é só na PM que o machismo existe na Igreja também ,tem denominação que não aceita PASTORA em seu ministério , mais isso tem motivo eles sabem que elas pastoram melhor que muito PASTOR ASSEMBLÉIANO .

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Fiel de 15 anos acusa pastor de estupro em Goiânia


Uma menina de 15 anos de idade acusa o pastor evangélico da igreja que sua família frequenta, no Jardim Curitiba, em Goiânia (GO), de tê-la embriagado e forçado a fazer sexo.
O suposto estupro teria ocorrido no dia 7 de setembro, quanto ele teria ligado para a garota pedindo para vê-la, oferecido uma carona e a levado a um motel na capital. O pastor de 33 anos admite que levou a jovem a um motel e a acariciou, mas diz que não conseguiu ter relação sexual por causa da bebida alcoólica.
O pastor admite que levou a jovem ao motel e que ambos ingeriram álcool. Diz também que passou a mão no corpo da jovem. Mas dá a entender que a ela o provocou e diz que, por ambos não terem hábito de consumir bebida alcoólica, ele não conseguiu manter a ereção a tempo da prática sexual.
Em depoimento, o pastor contou que prega na igreja frequentada pela jovem há três anos e que já chegou a ministrar aulas de ensino religioso para a garota.
A delegada Miriam Borges, titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), diz que há indícios de estupro, mesmo que não tenha havido relação sexual. Isso por causa de alterações no Código Penal e na Lei de Crimes Hediondos que tornaram mais severas as punições aos crimes de estupro.
"O próprio pastor confirma que chegou a acariciar o corpo da jovem com intuito sexual e, segundo a legislação, isso também é considerado estupro. Não precisa haver conjunção carnal", afirmou.
O caso será encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) para investigação. "Precisamos apurar em que circunstâncias isso tudo aconteceu", disse a delegada.

Reposta: Nesta semana já e o terceiro caso de Pastor? Envolvidos em escândalos sexuais ....... e uma vergonha ........... vou para de comentar e LEI DO RATINHO PARA ELE ...QUAL E A LEI!!! CORA O BILAU DELE E JOGA PARA O GATO !!!!!!

Polícia investiga se pastor induziu mulher a largar medicamentos




Policiais da 59ª DP (Duque de Caxias - RJ) investigam a denúncia de que a dona de casa Maria das Graças Oliveira Daniel, 53 anos, moradora do bairro Parque Lafayete, morreu após ter sido induzida há 15 dias por um pastor evangélico a largar o medicamento que usava para controlar a diabetes. Ela passou mal na sexta-feira passada, foi socorrida no Hospital Municipal Moacyr do Carmo, em Caxias, mas não resistiu e morreu no sábado.
O delegado Antônio Silvino, da 59ª DP, abriu inquérito por denúncia de charlatanismo e homicídio culposo contra o pastor de uma igreja evangélica no bairro Itatiaia, em Caxias. Segundo parentes, ela foi orientada pelo pastor a jogar fora o remédio que usava porque bastaria ter fé para ser curada.
"Minha mãe saiu carregada nos braços", se queixou Anderson Oliveira Daniel, 28 anos, filho de Maria das Graças. O pastor negou as acusações. Disse que não conhece a mulher e estranhou o fato de a família não procurá-lo antes.
Viúvo diz que mulher foi vítima de curandeirismo
Para o viúvo de Maria das Graças, o auxiliar de serviços gerais Pedro Daniel Filho, 49 anos, sua mulher foi enganada pelo pastor durante uma cerimônia de curandeirismo. Já a irmã da dona de casa, Rachel Ferreira de Oliveira, 31 anos, o pastor teria pedido à Maria das Graças que fizesse exame uma semana após a suspensão do medicamento para que pudesse comprovar o que dizia. "Minha irmã jogou tudo fora e deu no que deu", disse.
O endocrinologista Sérgio Blumenberg, do Hospital dos Servidores do Estado, explicou que são comuns casos em que pacientes suspendem medicamentos sem orientação médica. "Muitas vezes, as pessoas têm que tomar três medicamentos e tomam só um, achando que é o suficiente", revela. Segundo o médico, em alguns casos, a decisão pode resultar na morte do paciente.



RESPOSTA: Pastores temos que ministrar com competência e coração e para este CURANDEIRO LEI DOS HOMENS NELE CANA!!!!!!!!!!!

Minc não descarta repetir perfomance em que pediu descriminalização da maconha


Ministro subiu em palco durante show da banda Tribo de Jah, em Goiás.
Ele citou a política argentina para dizer que Brasil precisava ‘virar o jogo’
O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, fez uma defesa da descriminalização do uso da maconha durante um show de reggae da banda maranhense Tribo de Jah, na Chapada dos Veadeiros, em Goiás, no último final de semana. O vídeo, com pouco mais de três minutos, foi parar no YouTube.
Minc, que é fã de reggae e estava passando o feriado prolongado na região, subiu ao placo a convite da banda e fez um pronunciamento dançando e cantando ao ritmo da música para uma plateia estimada por ele em 2.000 pessoas.
Na gravação, ele começa sua fala defendendo a natureza. “Vamos defender a Amazônia. Não vamos deixar queimar a Amazônia. A gente conta com os seringueiros, com os castanheiros, com as nações indígenas e com a consciência da rapaziada”, disse. “Vamos defender o cerrado, a caatinga, a Amazônia, a mata atlântica e o reggae. O reggae é a liberdade”, afirmou o ministro.
Em seguida, Minc defende a descriminalização da maconha sem citar a palavra. “Outro recado. Ontem [sábado 5] a gente venceu, 3 a 1 na Argentina. Só que tem outro placar [em] que a gente está perdendo da Argentina. Os juízes [do país vizinho] descriminalizaram. O usuário não é criminoso. E esse jogo a gente está perdendo aqui. Nós vamos virar esse jogo, acabar com a hipocrisia”. Foi aplaudido pela plateia.


Resposta: Foi aplaudido pelo CAPETA , que das trevas ria muito , Sr . Presidente Lula eu no seu lugar esse defensor da descriminalização da maconha dormiria ministro e acordaria DESEMPREGADO!!!!! E UMA VERGONHA um ministro abraçar tal causa será que o referido CIDADÃO ( LEMBRA O BRIZOLA QUE MANDOU A POLICIA DO RIO CHAMAR BANDIDO DE CIDADÃO E VIU NO QUE DEU ESSA VIOLENCIA QUE TOMOU CONTA DO RIO DE JANEIRO E SERVIU DE ESCOLA PARA O BRASIL) não e dono de alguma terra improdutiva e que a tornar produtiva plantado CANNABIS SATIVA, também conhecida como Cânhamo verdadeiro, ou se preferir BRIZOLA , MARIJUANA, CIGARRINHO DO CAPETA ???????

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Padre e cinco fiéis são assaltados em igreja no Centro


Homens armados atacaram a Igreja de Santana.
Sacerdote ficou sem o notebook e R$ 1 mil.
Homens armados invadiram na tarde desta quinta-feira (10) a Igreja de Santana, no Centro do Rio, e assaltaram o padre Egídio Doldi e cinco fiéis. Segundo o sacerdote, os criminosos levaram R$ 1 mil e um notebook. As outras vítimas também tiveram dinheiro roubado.
A polícia informou que todos ficaram trancados em um quarto na igreja. Durante o tempo em que eles estavam no cativeiro, os assaltantes reviraram as outras dependências da igreja.

Ainda de acordo com a PM, as vítimas só conseguiram sair depois da chegada dos policiais. A perícia foi até o local para verificar se, além do dinheiro e do notebook, outros objetos foram roubados levados do templo.

Ninguém ficou ferido na ação. As vítimas foram encaminhadas para a 6ª DP (Cidade Nova).


Resposta: Hoje pela manhã eu publiquei noticia de uma vigarista que está agindo no sul agora outra agora no suldeste ,e acabou o temor a Deus de norte a sul do país , temos que orar muito por esse BRAZIL.

Vigarista rouba microfones em igrejas na Região Metropolitana de Porto Alegre



PORTO ALEGRE - Com um bom papo e mão leve, um homem vem causando prejuízo nas paróquias da Região Metropolitana de Porto Alegre. Desrespeitando o sétimo mandamento, o de não roubar, ele furta microfones das igrejas e pertences dos fiéis.
A ação do ladrão, que tem preferência principalmente por equipamentos de som, já foi assunto de reuniões entre os padres da Arquidiocese de Porto Alegre.
Na manhã de 26 de agosto, o vigarista bateu no portão da residência da dona de casa Neuza Malinowski, 60 anos. Dizendo ser funcionário da Cúria Metropolitana, contou estar à procura do pároco. Ela o convidou para entrar e almoçar. Depois de saborear uma massa com frango, o homem foi embora. Quando o marido e o filho de Neuza saíram, ele voltou. Entrou novamente e pediu um copo d'água. Neusa acredita que foi nesse momento que ele furtou a câmera fotográfica que estava na mesa do escritório.
- Ele tem um bom papo, é agradável e demonstra conhecer muitos padres - conta Neuza, que participa da Igreja Nossa Senhora de Guadalupe, no Parque dos Maias.
Minutos depois, o larápio apareceu no salão paroquial, a poucos metros dali. Entrou, conversou com as catequistas e, num momento de distração, entrou na igreja e furtou três microfones. Depois disso, nunca mais apareceu. Sobrou o prejuízo para os fiéis.
- Nas reuniões do clero, a gente avisa aos padres para tomarem cuidado. Para alertar as equipes das secretarias e os fiéis - diz o padre Luis Inácio Ledur, administrador da Cúria.
Há três semanas, o ladrão apareceu na paróquia Santa Rosa de Lima, no bairro Rubem Berta. Primeiro foi à secretaria, apresentando-se como diácono (aspirante a padre) da Cúria. Pediu informações e voltou no domingo, 23 de agosto. Era dia de festa da padroeira, e uma procissão com o bispo auxiliar dom Remidio José Bohn seria celebrada.
- Ele se apresentou para a comunidade como padre Leandro, da Rádio Aliança. Disse que estava ali para transmitir a missa. Saímos para a procissão e, quando voltamos, ele tinha levado o receptor de sinal do microfone sem fio - conta o padre José Antônio Heinzmann.
No final de agosto, o homem passou também pela Paróquia Santo Antônio, no Bairro Primavera, em Alvorada. Conforme o padre Libanor Picetti, o homem se apresentou como funcionário da Cúria e pediu para ver os equipamentos de som. Voltou na missa de domingo. Participou da celebração e, depois, furtou dois microfones.
O perfil
- De estatura mediana, branco, careca e gordinho, sempre bem vestido.
- Tem boa conversa, diz conhecer muitos padres.
- Diz ser diácono, padre, funcionário da Cúria Metropolitana ou da Rádio Aliança.
- Aparece na paróquia sempre alguns dias antes do ataque. Conversa com os fiéis, pede informações na secretaria e até frequenta as missas e novenas. Furta só equipamentos de som, principalmente microfones.


RESPOSTA: ATENÇÃO SENHORES PASTORES NÃO COMPRE NADA SEM NOTA FISCAL , VOCÊ COMPRANDO SEM SABER A PROCEDENCIA VOCÊ ESTARÁ ALIMENTANDO O CRIME ....NÃO COMPRE NEM UM SIMPLES CD PIRATA POIS VOCÊ ESTARA EM PECADO POIS PIRATARIA E CRIME.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Freira é detida em Nova York por dirigir bêbada e provocar acidente


Lauren Hanley desviou de crianças e bateu com carro em árvore.
Segundo a polícia, ela tinha uma garrafa de bebida dentro do carro.
Uma freira de Nova York foi presa depois de dirigir sob o efeito do álcool e bater seu carro contra uma árvore ao tentar desviar de um grupo de crianças que brincava na rua.

Segundo as autoridades, a irmã Lauren Hanley, de 68 anos, possuía uma garrafa de bebida alcoólica dentro do carro quando bateu contra uma árvore no condado de Wantagh, em Long Island, na última quarta-feira (2).
De acordo com a Polícia, a irmã começou a beber dentro da igreja Saint Frances de Chantal durante sua jornada de trabalho. Ela estava com teor alcoolico de 0,18 no sangue, mais do que o dobro permitido pela lei local, 0,08.

A freira quase atropelou duas crianças de 10 anos e uma adolescente de 14 que brincavam na rua. Depois disso, continuou dirigindo em ziguezague, batendo em alguns veículos estacionados, até se chocar contra a árvore.

Rosa Rodríguez, uma das frequentadoras da igreja Saint Frances de Chantal, disse ao canal "47" que Lauren, que não tem ocorrências anteriores por embriaguez, deveria ser um exemplo "mais sério" para a comunidade "porque é uma freira, uma pessoa da Igreja na qual as pessoas confiam".

Para Rodríguez, a Justiça não deve abrir uma exceção para Hanley pelo fato de ela ser freira "porque está pondo em perigo sua vida e a de qualquer outra pessoa na rua".


Reposta: MAIS CANA PARA FREIRA ELA NÃO GOSTA! MISERICORDIA

sábado, 5 de setembro de 2009

Após revelação divina, soropositivo abandona tratamento e morre


A sabedoria popular defende que a fé remove até montanhas. No caso do desempregado Gilson de Oliveira Silva, 44 anos, a fé não foi suficiente para livrá-lo dos efeitos do vírus HIV. Depois de freqüentar a Igreja Ministério do Fogo por um ano e ter ouvido uma revelação de que estaria curado, Gilson suspendeu por seis meses o tratamento com coquetéis.
Na segunda-feira (31), foi sepultado no Cemitério Quinta dos Lázaros. Segundo Simone Oliveira Silva, irmã de Gilson, ele sofria muito em virtude do HIV e de um câncer que teve na face. "Ele estava desesperado. A fé nessas revelações cegaram meu irmão", afirma Simone, que ainda quer detalhes sobre o que teria levado Gilson a abandonar os medicamentos.
Ela contou que foi agredida pelos membros da igreja e pela própria pastora e promete levar o caso à Justiça. A sede da Igreja Ministério do Fogo fica numa transversal da Avenida Jorge Amado, no Imbuí. A casa, sem identificação, estava fechada na manhã de segunda-feira (31).
Vizinhos que não quiseram se identificar disseram que a igreja é uma chaga no local. Uma senhora garantiu que a líder religiosa manipula os fiéis. "Se uma mulher é casada e o marido não vai ao culto, ela inventa histórias pra a pessoa ficar impressionada até arranjar outro", contou.
Uma moradora da rua onde está a igreja afirma que o local é sempre palco de confusões e muito barulho. "Eles enganam as pessoas dizendo que são de Cristo. Fizeram a maior confusão quando a família do rapaz (Gilson) chegou", diz a moradora, garantindo que não é a primeira vez que a pastora faz promessas de cura.
Segundo o criminalista Sérgio Reis, abusos de pessoas que se dizem agentes da fé ou enviados de Deus podem ser denunciados à polícia e ao Ministério Público, pois tais cultos geram prejuízos à comunidade. "Nesse caso específico, enquanto acreditava estar curado, o rapaz pode ter até transmitido o vírus para outras pessoas. É preciso que em situações assim haja a interferência dos poderes públicos", defende.
Gilson recebia os coquetéis contra o HIV no Hospital das Clínicas. O infectologista Eduardo Martins Neto não confirmou se ele deixou de pegar os medicamentos, mas contou que os pacientes são orientados sobre a necessidade de manter o tratamento. "Algumas vezes, fazemos contato com pacientes faltosos, mas não há como controlar toda a demanda", disse.


Resposta: É uma vergonha , a minha missão como Capelão atuando na área hospitalar e de ensinar e preparar pastores missionários e membros de igrejas evangélicas , para não se intitular Deus ou de dizer que alguém está curado em nome de Jesus na cartilha que eu escrevi 26 regras para realizar uma visita a um enfermo a situação que mais exploro e está não prometa cura vou só escrever aqui só 6 pontos que só com isso muito gente vai parar de fazer besteira e de enganar os outros
21-Não Associe Pecado com Doença
22-Deixe uma leitura adequada
23-Não tenha medo de momentos de silêncio
24- Não invada a privacidade da família
25-Na oração NÃO PROMETA CURA , use um tom suave de voz, sem encenações. Ponha o enfermo nas mãos de Deus e peça-lhe que realize a sua vontade em sua vida. Não insinue na oração que Deus tem que curar
26-Não ungir com óleo o enfermo no hospital .
É para está Pastora ? Lei dos homens para ela, traduzindo CANA .

Pastor evangélico é preso por abuso sexual no ES


O pastor evangélico Elimar Klippel, 42 anos, foi preso nesta sexta-feira em Nova Venécia, região norte do Espírito Santo, acusado de molestar sexualmente uma adolescente de 13 anos. O crime teria acontecido dentro da residência do acusado, no município de Vila Valério, também no norte do Estado, no início do mês de agosto.
Segundo informações do delegado Landulpho Lintz, a vítima é amiga das filhas do pastor e frequentava a residência da família. Em uma dessas visitas, Klippel teria levado a menina até seu escritório e abusado da garota. Os ataques teriam se repetido pelo menos mais uma vez, segundo a polícia.
O caso foi descoberto porque outra adolescente entrou no ambiente e estranhou o comportamento do pastor. "A menina entrou na casa para procurar a amiga. Ao chegar ao escritório, percebeu que o pastor se assustou e colocou um livro no colo. Ela e a vítima foram embora e, no caminho, a menor de 13 contou que o pastor estava mostrando o pênis para ela", relatou o delegado.
Ao tomar conhecimento do fato, a mãe denunciou o caso à polícia. Em depoimento, o pastor negou as acusações, mas teria procurado a família para se desculpar. "Na delegacia, com o advogado, ele negou tudo. Mas testemunhas relataram que depois ele procurou a família da vítima para se desculpar e pedir para retirar a queixa", afirmou o delegado, que disse ainda que, após essa ocorrência, outras pessoas procuraram a polícia para fazer denúncias contra o pastor. "Ainda não há mais nenhum caso confirmado, mas estou ouvindo atentamente e investigando essas outras histórias", afirmou Lintz.
O inquérito foi concluído e o pastor indiciado por atentado violento ao pudor. Ele teve a prisão temporária decretada e foi levado nesta sexta-feira para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Domingos do Norte.


RESPOSTA: SEM COMENTARIOS LEI DO RATINHO PARA ESTE CANALHA “CORTA O BILAU DELE” E DEIXA SANGRANDO !!!!!!

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Lula sanciona lei que cria Dia Nacional da Marcha para Jesus


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta quinta-feira o projeto de lei que institui o Dia Nacional da Marcha para Jesus. A comemoração ocorrerá sempre no primeiro sábado contados 60 dias após o domingo de Páscoa.
O evento teve origem em Londres e ocorre em diversos países. A organização cabe a igrejas evangélicas, mas a intenção é atrair diversas denominações religiosas, como objetivo de promover a manifestação pública da fé cristã. O projeto de lei foi apresentado pelo senador Marcelo Crivella (PRB-RJ).


RESPOSTA: Parabéns a todos e em especial a turma da Renascer que foi a pioneira aqui no Brasil realizando a primeira MARCHA PARA JESUS. SIM MAIS UMA BRIGA ENTRE A RECORD E A GLOBO QUEM VAI TER O DIREITO DE TRANSMISSÃO :??????

Ela admitiu ter baixado mais de 460 imagens envolvendo crianças.
Pelo crime, ela ficará um ano detida e mais dois anos sob supervisão.
A Justiça de Kilmarnock, no Reino Unido, condenou a um ano de prisão uma mulher de 24 anos acusada de baixar pornografia infantil da internet. Segundo o jornal “The Sun”, as imagens encontradas no computador de Emma Griffin incluem crianças sendo estupradas e abusadas Emma foi classificada como uma “predadora em potencial” na quarta-feira (2), depois de admitir que baixou mais de 460 imagens envolvendo crianças. A mulher foi detida depois que policiais de Kilmarnock foram até sua casa, na cidade. As autoridades chegaram até ela porque a mulher compartilhava arquivos com outros pedófilos e usou seu cartão bancário, permitindo assim a identificação.O xerife Alistair Watson disse a Emma que seu crime é um problema de grande preocupação, que causa desgosto a toda a comunidade. “É uma transgressão e, que cada criança é uma vítima”, continuou. “Você não tropeçou nessas imagens. Elas foram baixadas por você mesma, para sua própria satisfação.”Segundo o xerife, a prisão era necessária para punir a mulher e prevenir que outras pessoas se envolvam nesse tipo de comportamento. O advogado de defesa de Emma alegou que sua cliente também havia sofrido abusos.O processo refere-se a mulher como uma “predadora em potencial”, que pode estar protegendo seu parceiro. Além de um ano na prisão, ela ficará mais dois anos sob supervisão e aparecerá durante dez anos em um registro de pessoas que cometem crimes sexuais na Inglaterra.

Resposta: Cana nela sem comentários só orando pelo Senador Magno Malta

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Menina de 12 anos morre após cheirar cocaína em cidade de SP


Uma menina de 12 anos morreu na madrugada desta terça-feira após cheirar cocaína na presença de outra adolescente, de 15 anos, numa casa da Vila Progresso, em Assis, no interior de São Paulo. A garota foi socorrida pelos Bombeiros, mas não resistiu e morreu ao dar entrada no pronto-socorro do Hospital Regional de Assis.
O Boletim de Ocorrência registrado no Plantão Policial não informa se havia adultos na casa e não relata a apreensão de cocaína no local. A Polícia Civil informou que o caso somente será investigado depois da conclusão de exames que vão apontar cientificamente se a menina morreu ou não por overdose.
O Corpo de bombeiros recebeu, às 2h20, o telefonema de uma adolescente, cujo nome não foi divulgado, pedindo ajuda. De acordo com o comandante do Posto de Bombeiros de Assis, sargento Antônio Perissari, a garota estava desesperada e queria a presença de bombeiros para atender a uma amiga, de 12 anos, que estaria passando mal depois de cheirar cocaína.
Quando chegaram ao local, os bombeiros se depararam com a menina, com parada cardiorrespiratória, deitada no colo da amiga. "Ela contou que a amiga passou mal depois de cheirar cocaína. Meus homens relataram que havia sinais da droga nas narinas da menina", contou o sargento Perissari.
"Eles ainda tentaram reanimar a garota com massagem cardíaca e respiração artificial no caminho até o hospital", disse. De acordo com enfermeiros do hospital, a garota deu entrada no local já sem vida.

RESPOSTA: Não e falta de conselho , eu mesmo no domingo 30/08/09 na praça principal da cidade de Lorena interior de SP , enquanto apresentava o JAZZ COM CRISTO eu aconselhava aos jovens a ficar de CARA LIMPA , e dizendo que as drogas era um embelezador das trevas contei o final de uma jovem que um dia acordou debaixo de uma marquise tendo como cama um papelão e como coberta um saco plástico de lixo e ao seu lado como o seu PRINCIPE ENCANTADO um MENDIGO , o embelezador das trevas (COCAINA) transformou um mendigo em um príncipe encantado ! e hoje ela está em estado terminal em um hospital de referencia do HIV no Rio de Janeiro. Final da historia a droga tem dois caminhos certos a cadeia ou o cemitério mais a um caminho que pode LIBERTAR das TREVAS .....ele se chama JESUS.