PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

sábado, 9 de janeiro de 2010

“Somos todos filhos de Deus”, diz evangélico que casou com umbandista em evento afro na praia de Copacabana


As areias de Copacabana, templo da maior festa de fim de ano do mundo, receberam milhares de fiéis nesta terça-feira, durante as celebrações em homenagem a Iemanjá. E a praia mostrou que o casamento entre religião e democracia é possível.
Diante de 20 mil pessoas, a cantora Ângela Thomaz, de 40 anos, celebrou sua união em uma cerimônia afro com o sargento Antonio Silva Junior, de 47 anos. Criado na religião evangélica, o noivo realizou o sonho da mulher. Estamos juntos há 13 anos e nos casamos há dez no civil e no religioso, na Igreja Católica e na Evangélica. Agora, renovamos votos. Foi o meu presente — contou Ângela, que é umbandista. Para Antonio, o importante é a fé.
Somos todos filhos de Deus. Não tem por que haver intolerância religiosa. É para Deus que cada um vai prestar contas pregava o noivo. Barcos com oferendas
Do Mercadão de Madureira, partiram cerca de 20 ônibus, que levaram os fiéis ao Posto 4, onde foi celebrada a união, com festa ao som dos atabaques e cânticos afro. Cerca de oitenta barcos com oferendas foram entregues ao mar. Para não poluir as águas, todos os objetos de plástico e de vidro foram doados. Já a Congregação Espírita Umbandista do Brasil reuniu cerca de dez terreiros em uma festa que atraiu milhares de religiosos. A forte chuva foi vista como bênção. A chuva é sinal de Oxalá, que abranda corações e esfria as cabeças. O ano será de Oxalá e Iemanjá, orixás ligados à família. Será muito abençoado para casamentos e para a união, harmonia e amor — explica a mãe de santo Miriam de Oyá.

Resposta: Não foi um casamento ecumênico ,como foi amplamente anunciado na mídia , pois não contou com a presença de um PASTOR foi um casamento no cerimonial afro , por falar em casamento na umbanda que assistiu ontem ( 3ª feira 5/01/10) na TV Globo o Seriado DALVA E HERIVELTO , que uma das irmãs de Dalva falou em auto e bom som casamento realizado na umbanda nunca da certo ? Referindo-se ao casamento de Dalva e Herivelto. Será ! Porque ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário