PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

‘A droga destruiu nossa família’


De acordo com o tio de Toni, o aposentado Iderval Antônio Gonçalves, o desempregado era viciado em drogas e o local virou um “ponto de encontro” para consumo. Nesta manhã, policiais militares do 14º BPM (Bangu) estiveram na residência.
- Nossa família está consternada. Sabíamos que ele (Toni) estava envolvido com a droga numa frequência grande. Ele já foi um bom garoto, mas ficou perdido porque ali realmente virou um local só para fumar.
Iderval conta ainda que o irmão mais novo de Toni morreu baleado há alguns anos. Atualmente, Toni fazia bicos tomando conta de carros. O casal de filhos, de 2 e 9 anos - que estão sob os cuidados de parentes desde que a Justiça tirou a guarda de Toni e Renata - ainda não sabe das execuções dos pais.
- Viemos de um berço bom, trabalhador. Mas de repente, começaram a aparecer os problemas. Os avós dele morreram, depois o pai saiu de casa e a casa virou uma bagunça. Já tentaram tirar o Toni algumas vezes desse caminho errado, mas depois desistiram. A droga destruiu nossa família - lamentou
.A tia de Toni, Valéria de Oliveira Freitas, que foi até a casa do sobrinho várias vezes desde a chacina, contou ter ouvidos tiros na noite de ontem.
- Não quis acreditar. Ele era como um filho pra mim e sei que ele me considerava uma mãe. Sei que ele não fazia as coisas muito certas, mas no fim ele fazia mal só para ele. Meu coracao está despedaçado, com uma dor muito grande.
- Toda vez que precisei de um pai, meu tio se fez presente. Eu não sei se ele era metido com drogas. Ele era uma pessoa maravilhosa e nunca me fez mal - disse a sobrinha do desempregado, Paola alves, de 12 anos.
Além de Toni e Renata, foram mortos os irmãos Amanda Silva Guimarães, de 27 anos, e Cleiton Guimarães Luan Santos da Cunha (idade não divulgada); Leandro Marcos Pereira, de 24 anos; e Alex de Amorim, de 28 anos.
De acordo com moradores, três carros chegaram ao local por volta de 23h. O delegado Pablo Rodrigues, da Divisão de Homicídios, afirmou que homens encapuzados usaram uma van estacionada na calçada para pular o muro da casa. Segundo Rodrigues, o grupo teria usado um fuzil calibre 556 e pistola 9 milímetros para a execução.
Dentro da casa foram encontrados uma pequena quantidade de maconha, cachimbos e papel de seda. O delegado não descartou qualquer motivação para o crime, mas suspeita de acerto por dívida. Rodrigues disse até mesmo o dono da van estacionada na porta da casa será incluído na investigação.

Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/a-droga-destruiu-nossa-familia-lamenta-tio-de-vitima-de-chacina-em-realengo-10534989.html#ixzz2ikNoIzKB


RESPOSTA: (Politico OBA OBA ) Esse Pastor é um saco com essa historia de PREVENÇÃO ............. É por isso sou um saco 

Nenhum comentário:

Postar um comentário