PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

VAMOS NOS LIVRAR DO PROBLEMA .....SACANAGEM DAS GROSSAS

Oito moradores de rua de Suzano, no interior de São Paulo, foram trazidos em uma Kombi para Santos, no litoral paulista, e abandonados na tarde desta terça-feira (9). Câmeras de monitoramento registraram o momento em que duas mulheres e seis homens são deixados em uma rua próxima à orla da cidade. Em contato com o G1, a Prefeitura de Suzano disse que vai abrir uma sindicância para apurar a situação.
Segundo o comandante da Guarda Municipal, Flávio de Brito Júnior, responsável pela equipe que fez a abordagem, uma denúncia fez com que as autoridades fossem até o local. “Por volta das 13h30 nós recebemos a denúncia de um morador que flagrou pelas câmeras de segurança uma Kombi com placas de Santo André descarregando pessoas na Rua Rio Grande do Norte, no bairro Pompéia. A nossa equipe foi até a área e conseguiu flagrar uma viatura com dois funcionários da Prefeitura de Suzano. Eles trouxeram moradores de lá para cá, o que incorre em crime e fere políticas públicas entre os municípios”, destaca.
Van que trouxe moradores de rua de Suzano para Santos, SP (Foto: Rodrigo Martins/ G1)                                                                                     Veículo que trouxe moradores de rua de Suzano
para Santos, SP (Foto: Rodrigo Martins/G1)
A versão é rebatida por um dos ocupantes do veículo que trouxe os moradores de rua para a região. “A gente não costuma fazer isso, levar moradores de rua de uma cidade para outra. Eles disseram que são de Praia Grande e pediram para vir para cá. Nós apenas tentamos fazer o nosso serviço. Infelizmente aconteceu isso, e foi um erro nosso, porque trouxemos esses moradores. Não sabíamos que não podia, que era proibido”, explica o funcionário, que preferiu não se identificar.
Ele diz que trabalha há três meses para uma empresa terceirizada que presta serviços para a Secretaria de Saúde de Suzano. "Saímos às 10h e chegamos às 12h, paramos em uma rua que eu nem sei o nome. Tenho 63 anos, é a primeira vez que venho aqui, até queria nadar na praia, nunca fiz isso. Mas olha o que aconteceu. O pessoal de Santos não é culpado, nós que somos, nosso trabalho não é esse", conclui.
Comandante da Guarda Municipal responsável pela ação (Foto: Rodrigo Martins/ G1)                                                                                     Comandante da Guarda Municipal, responsável
pela ação (Foto: Rodrigo Martins/G1)
Apesar de todo o problema ocasionado pela situação, os dois funcionários não irão responder criminalmente pelo episódio. Isso porque, de acordo com o Boletim de Ocorrência registrado no 7º Distrito Policial (DP) da cidade, a ação não configura crime, tendo em vista que os moradores de rua vieram por livre e espontânea vontade, sem que tivessem sido forçados a isso. Os dois assinaram um termo de compromisso e foram liberados para retornarem ao município do interior paulista.

Enquanto isso, a Guarda Municipal segue na busca pelos moradores em questão. “Estamos tentanto localizar as oito pessoas. Nós temos a lista com os nomes e estamos procurando por eles nas proximidades dos bairros Gonzaga e Pompéia”, completa o comandante.
Por meio de nota, a Prefeitura de Suzano afirmou desconhecer a razão pela qual ocorreu o episódio desta terça-feira. Segundo a administração, será aberta uma sindicância para apurar o que aconteceu, e se a irregularidade for comprovada, esses agentes serão punidos. A prefeitura ressalta ainda que todos os moradores de rua são cadastrados e encaminhados para centros de referências no município.


RESPOSTA: E MUITA SACANEGEM COM A POPULAÇÃO DE RUA ......

Nenhum comentário:

Postar um comentário