PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Amazon vende guia para pedofilia e irrita usuários


RIO - Um e-book apresentado como um guia para pedofilia provocou críticas de usuários e ameaças de boicote à Amazon, maior site de varejo do mundo. O livro eletrônico intitulado "The Pedophile's Guide to Love and Pleasure: A Child-Lover's Code of Conduct" ("O Guia do Pedófilo para o Amor e o Prazer: um Código de Conduta para os Amantes das Crianças", em tradução livre) terminou sendo retirado das páginas do site na noite de quarta-feira, segundo a rede CNN.

Antes da exclusão do livro, mais de dois mil usuários comentaram o título. De acordo com a CNN, duas páginas do Facebook também promoveram o boicote à Amazon por causa do e-book. O autor, que editou o guia e o colocou à venda no site, disse que publicou o livro para tratar do que ele considera um retrato injusto dos pedófilos na mídia.

- Verdadeiros pedófilos amam crianças e nunca vão machucá-las - disse Phillip R. Greaves II em entrevista por telefone à CNN, segundo o site da rede, acrescentando que é contra a consumação de uma relação sexual. - Mas beijar e acariciar, isso eu não acho que seja um grande problema.

Morador do estado Americano de Colorado, o homem disse à CNN que não teve relação sexual com crianças depois de adulto, mas o fez quando era adolescente. Na descrição do livro que constava no site da Amazon, Greaves dizia que o e-book era "minha tentativa de fazer as ações pedófilas mais seguras para aqueles juvenis que se vêem envolvidos nelas, por meio do estabelecimento de certas regras para os adultos seguirem".

Site não comenta o caso

O autor também diz que tem esperança de que, seguindo o guia, os pedófilos possam ser sentenciados a penas menores se forem descobertos. De acordo com a CNN, a Amazon não respondeu a pedidos de declarações sobre o caso. Um usuário do site publicou nos comentários o que ele disse ser uma resposta do site a um email enviado por ele:

"Permita-me assegurar que a Amazon.com não apóia ou promove atos criminosos; nós apoiamos direito de cada indivíduo de fazer suas próprias decisões de compra".

De acordo com a política do site, os próprios autores devem avaliar se os títulos que colocam à venda em sua página estão de acordo com as leis. Pornografia e títulos ligados a atividades ilegais estão entre os proibidos pela política da Amazon, que lhe garante a possibilidade de retirar produtos postos à venda, segundo a CNN. A empresa ganha uma participação dos produtos vendidos em sua página. ( Fonte O GLOBO)

Resposta: E querem aprovar aqui no Brasil a PL 122 .Essa e a maior piada do ano “ Verdadeiros pedófilos amam crianças e nunca vão machucá-las”

Nenhum comentário:

Postar um comentário