PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

sexta-feira, 3 de julho de 2009

PADRE PRESO POR SUSPEITA DE PEDOFILIA



O padre que foi preso nesta quinta-feira em São Paulo suspeito de atentado violento ao pudor contra uma menina de 4 anos em uma creche foi afastado de suas funções na Igreja. Segundo o coordenador de Comunicação da Arquidiocese de São Paulo, padre Juarez de Castro, o afastamento é para que "todas as investigações sejam feitas".
A Justiça de São Paulo determinou a prisão temporária de cinco dias para o religioso. Ele foi denunciado pelos pais da menina. Segundo a polícia, o padre mora em uma casa paroquial anexa à creche pela qual é responsável e frequentada pela criança, localizada na zona norte da capital paulista.
O padre afirma que o afastamento do sacerdote não é sinal de que a Igreja concorda com as suspeitas da polícia. De acordo Castro, o padre não teria contato direto com as crianças porque exercia apenas "funções administrativas".
Pessoas ligadas ao padre afirmam que o religioso é coordenador da creche há 28 anos. Ainda de acordo com as testemunhas, ele tem debilidades físicas e não teria força para cometer os abusos. A advogada do padre estava presente na quinta-feira durante a elaboração da ocorrência na delegacia e não quis falar com a reportagem.

Resposta: Sem comentários ,vamos orar , que Deus tenha misericórdia

Nenhum comentário:

Postar um comentário