PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

quinta-feira, 3 de setembro de 2009


Ela admitiu ter baixado mais de 460 imagens envolvendo crianças.
Pelo crime, ela ficará um ano detida e mais dois anos sob supervisão.
A Justiça de Kilmarnock, no Reino Unido, condenou a um ano de prisão uma mulher de 24 anos acusada de baixar pornografia infantil da internet. Segundo o jornal “The Sun”, as imagens encontradas no computador de Emma Griffin incluem crianças sendo estupradas e abusadas Emma foi classificada como uma “predadora em potencial” na quarta-feira (2), depois de admitir que baixou mais de 460 imagens envolvendo crianças. A mulher foi detida depois que policiais de Kilmarnock foram até sua casa, na cidade. As autoridades chegaram até ela porque a mulher compartilhava arquivos com outros pedófilos e usou seu cartão bancário, permitindo assim a identificação.O xerife Alistair Watson disse a Emma que seu crime é um problema de grande preocupação, que causa desgosto a toda a comunidade. “É uma transgressão e, que cada criança é uma vítima”, continuou. “Você não tropeçou nessas imagens. Elas foram baixadas por você mesma, para sua própria satisfação.”Segundo o xerife, a prisão era necessária para punir a mulher e prevenir que outras pessoas se envolvam nesse tipo de comportamento. O advogado de defesa de Emma alegou que sua cliente também havia sofrido abusos.O processo refere-se a mulher como uma “predadora em potencial”, que pode estar protegendo seu parceiro. Além de um ano na prisão, ela ficará mais dois anos sob supervisão e aparecerá durante dez anos em um registro de pessoas que cometem crimes sexuais na Inglaterra.

Resposta: Cana nela sem comentários só orando pelo Senador Magno Malta

Nenhum comentário:

Postar um comentário