PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

sábado, 30 de outubro de 2010

PASTOR DISCORDA DO DIANTE DO TRONO NO FAUSTÃO


A apresentação do ministério de louvor e adoração Diante do Trono no programa Domingão do Faustão foi marcante para muitos cristãos. O programa teve picos de audiência e a hashtag # DT no Faustão esteve entre os tópicos mais comentados do mundo no Twitter.
Contudo, nem todos concordaram com aquilo que Ana Paula Valadão, líder do ministério, disse ao apresentador Fausto Silva. O pastor Edmar Xavier de Souza escreveu uma carta aberta direcionada a Ana Paula discordando de vários pontos abordados por ela.
O pastor já havia feito um comentário no Gospel+ exponto seus pontos de discordância, o que foi recebido com muitas críticas e um elogio. Philip, usuário do site, comentou: “Qem é esse santo?? Acho que quem deveria ter ido no Faustão é ele. Afinal com as palavras dele, teria conquistado muito mais gente pra DeuS”. No mesmo sentido, Laide comentou: “irmão EDMAR, oque interessa que a mensagem foi passada,foi uma benção ja oportunidade de conseguir chegar ali”. Já Luiz Gonzaga concordou com Edmar: “Pastor Edmar, Parabéns e que Deus continue abençoando seu ministério da verdade. (…) Graças a Deus que não somos “crentes”, somos seguidores de Jesus e você, como eu (e muitos) não aceitamos utilizar de palavras anátemas, apócrifas, dizendo representar o ensinamento de Jesus. Levedo, não é coisa boa… Ainda mais ela dizendo que é perigoso ouvir suas músicas”. Já Maria opinou “Edmar, não sou seguidora do DT e nem consigo mais ouvir suas músicas, já enjoei a muito tempo por ser sempre a mesma coisa, mas os respeito e peço a Deus que os use e os mantenha no foco correto.”.
Carta aberta à Pastora Ana Paula Valadão (e a quem interessar-se)
Pastora Ana Paula, quanta ignorância! Talvez seja proposital ou, como dizia Freud, um ato falho dizer as coisas que disse no Domingão do Faustão. Por exemplo, que o Evangelho é como “fermento que leveda toda massa”. Jesus nunca disse isto, senhora. Ele disse: “Guardai-vos do fermento dos fariseus que é a hipocrisia” (Mt 16.11ss; Lc 12.1). O Apóstolo Paulo, seu xará, advertiu que “Um pouco de fermento leveda toda a massa” (Gl 5.9) num contexto de apostasia da Igreja da Galácia. Se a senhora puder se lembrar de seus tempos de seminário, o fermento nunca foi usado em termos positivos pela Palavra de Deus. São 71 versículos e todos pejorativos em relação ao fermento. Pode ser que você saiba do que está falando. Hipocrisia é atuar, é viver no palco o que não se vive fora dele, é teatral, é mise-en-scéne, é encenação. Fermento e Evangelho não devem ser misturados, pois é pecado (Lv 2.11). Confundiu-se? Foi sem querer? Assim como aconteceu com a inusitada performance da “unção do leão”?
Outra questão em sua “mensagem” ao público do Faustão. Temos uma igreja para cada gosto? A “igreja que vai combinar com você!” está mesmo de acordo com o uso que a senhora faz de sua igreja? Ela deve ser uma igreja conformada com os gostos do homem, então. Sim, porque dizer que a igreja é um corpo e que “um é a cabeça e outro é a mão…” é de uma atrapalhada que não tem medida. Isto é, mais um ato falho: “outro é cabeça”. A senhora se referiu a quem? Esse “outro” não é “outro” senão Jesus que é a CABEÇA da igreja (Ef. 4.15). Por que não disse? Esqueceu-se? Mas a senhora não errou de todo. A igreja evangélica pós-moderna é realmente uma verdadeira Hidra. Muitos mandam, mas Jesus está de fora. Ou seja, tem muitas cabeças, mas é acéfala. Um verdadeiro monstro mitológico.
Infelizmente é esta a leitura que faço. Até porque a senhora não disse uma vez a palavra “Jesus” na entrevista. Saiba que “Deus” é um termo genérico num ambiente (eclético, para dizer o mínimo, e mundano, para dizer tudo) como o da TV Globo. Nem nas músicas escolhidas para o programa líder de audiência Jesus foi mencionado. Será que Ele está do lado de fora, batendo à porta do Teatro Fênix, querendo entrar na “festa”? “Festa, alegria, é um povo que se reúne aqui” enquanto Jesus está triste, lá fora, porque não foi convidado pela Som Livre, a verdadeira cabeça de suas ações “eclesio-econômicas”. Poupe-me, senhora Valadão, de sua presumida piedade. Piedade, esta, que é fonte de lucro (I Tm. 6.5).
Mas ainda há tempo de desfazer o pacto com Mamom e seus asseclas! Volte para sua congregação e deixe a porta larga e o caminho espaçoso que a senhora usa para supostamente pregar seu arremedo de Evangelho que não desafia seus fãs e público a deixarem a idolatria, a prostituição e seus maus caminhos. Ou a senhora não estava lá na função” de pastora? Claro que não, é verdade. Lá a senhora era mera funcionária…
Sou invejoso, despeitado, julgador raivoso? Saiba que tenho plena consciência de que serei julgado por tudo que faço e penso. A senhora também, não se esqueça disso! ( FONTE GOSPEL + )
Resposta: É realmente o cara e invejoso segundo suas próprias palavras Lembrando aquele programa da GLOBO “O MACACO TÁ CERTO ! “ sim e se o problema e fermento manda para cá pois eu uso muito nas minhas receitas ( www.cozinhadopastor.blogspot.com ) lembrando também um velho ditado não precisa apagar a luz do irmão para acender a usa .

2 comentários:

  1. meu queixo caiiiu *0*...Deus abençoe vcs
    bjus apaz
    karen carriel brum

    ResponderExcluir
  2. CONCORDO SOBRE OS HINOS DO DT, SÃO REPETITIVOS,E MUITO COMERCIAL...O POVO PRECISA SER LIBERTO ATRAVES DO LOUVOR....

    ResponderExcluir