PARE DE FUMAR

PARE DE FUMAR

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Marcha Todos Contra o Crack



O próximo dia 26 de junho vai ser marcado por uma mobilização, em Vila Velha. No Dia Internacional de Combate às Drogas, a união das casas de recuperação de dependentes químicos, e outras instituições preocupadas com o aumento no número de viciados em crack na Grande Vitória, vai promover a Marcha "Todos contra o crack. Todos pela vida". A Marcha pretende mobilizar mais de 2 mil pessoas de diferentes segmentos da sociedade. Durante a mobilização será distribuído um material educativo para que a população conheça o que é o crack e suas graves consequências físicas e sociais.O trajeto será acompanhado por um trio elétrico com participação de músicos capixabas. O repertório será sob a temática de valorização da vida. Intercalando com as músicas, haverá depoimentos de pessoas recuperadas do vício ou em recuperação, diretores de instituições independentes e familiares de dependentes químicos. "O objetivo principal é fazer um alerta a toda sociedade sobre a necessidade de cada um fazer o seu papel. É importante todos estarem atentos: a família, com o dialogo, e o poder público, com as portas abertas para tratar quem está no vício. É preciso uma política nacional. Os proprietários de imóveis, que não os deixem abandonados, terrenos baldios, que viram multiplicadores de violência", destacou o diretor do Projeto Horta de Vida, e ex-secretário de Defesa Social de Vila Velha, Ledir Porto. Para o coordenador do Centro de Recuperação Visão de Águia, Paulo Schultz, a conscientização é fundamental. "A intenção é mobilizar, porque tem pessoas que não sabem a gravidade dessa droga", afirmou. A Marcha "Todos contra o crack. Todos pela vida" é apoiada pela Prefeitura Municipal de Vila Velha.DependênciaA pedra de crack é produzida com a mistura de sobras do refino de cocaína adicionada à outras substâncias. O crack é mais potente do que qualquer outra droga e provoca dependência desde a primeira pedra. A droga cria dependência física. Atua sobre o sistema nervoso central, provocando taquicardia, sudorese, insônia, aumento da pressão arterial, provocando tremores e excitação. Também causa destruição de neurônios e provoca a degeneração dos músculos, o que dá a aparência esquelética ao indivíduo. Quando não está sob o efeito da droga, o usuário fica desanimado, depressivo e com náuseas, o que resulta no desejo de fumar mais uma pedra para se sentir bem de novo (fissura), e assim o ciclo recomeça. (Fonte ESHOJE)

Resposta: Vamos divulgar e trazer a idéia para nossa cidade....Alo Pastores .....Conselhos....Lideres .....vamos sair das 4 paredes !!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário